Bolsonaro sobre fundão: vetar e passar por impeachment ou sancionar?

03/01/2020

Compartilhar:

Bolsonaro disse que irá sancionar o “fundão eleitoral” de R$ 2 bilhões

O presidente Jair Bolsonaro, admitiu nesta quinta-feira, 2, na primeira transmissão semanal pelo Facebook de 2020, que irá sancionar o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para seguir a Constituição Federal e evitar um processo de impeachment por crime e responsabilidade.

O chamado “fundão eleitoral”, de R$ 2 bilhões, foi incluído no Orçamento de 2020, aprovado no Congresso e será destinado ao financiamento de partidos e políticos nas eleições municipais deste ano.

Segundo Bolsonaro, a lei do FEFC foi criada em 2017 e que no ano passado o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) oficiou a Receita Federal para que alocasse R$ 2 bilhões no Orçamento deste ano para as campanhas. O presidente lembrou que durante a tramitação no Congresso tentaram elevar o valor para

R$ 3,8 bilhões, o que foi revisto na aprovação final do Orçamento.

Como fez pela manhã em conversa com jornalistas e durante a tarde pelas redes sociais, Bolsonaro citou incisos do artigo 85 da Constituição, que versa sobre crimes de responsabilidade, para justificar a posição pela sanção ao “fundão eleitoral”. “São crimes de responsabilidade atos que atentem contra (…) exercício de direitos políticos e lei orçamentária. Eu vou vetar isso? Com toda certeza alguém vai entrar com pedido de impeachment”, disse. “A posição é seguir a lei mesmo que a lei não nos agrade.”, completou.
Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhar:
Categorias: Brasil e Mundo

Notícias Relacionadas

Covid-19 faz preço médio da cesta básica subir, diz FGV

O preço médio dos alimentos da cesta básica do brasileiro já sentiu o efeito da quarentena imposta pela pandemia do coronavírus, saltando de uma alta de […]

31/03/2020

Covid-19: migrantes são pulverizados com desinfetante na Índia

Um grupo de trabalhadores migrantes foi “desinfetado” por pulverização na cidade de Bareilly, no estado indiano de Uttar Pradesh. O incidente […]

31/03/2020

Ministério Público de Rondônia expede recomendação ao Estado e SESDEC para que impeçam carreatas e aglomerações devido à pandemia do coronavírus

O Ministério Público do Estado de Rondônia expediu recomendação ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado de Segurança, […]

31/03/2020

Moro autoriza uso da Força Nacional no combate ao coronavírus

Em edição extra do Diário Oficial da União publicada, na noite de segunda-feira (30/3), o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio […]

31/03/2020