O exercício físico que reduz eficazmente níveis de gordura no fígado

03/01/2020

Compartilhar:

Treinos de força, sobretudo a prática de musculação, podem reduzir rapidamente a gordura no fígado – indica um novo estudo

Investigadores da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e da USP (Universidade de São Paulo) em parceria com colegas das universidades de Harvard e de Massachusetts College of Pharmacy and Health Sciences, nos Estados Unidos, decidiram investigar qual seria o papel entre a prática de exercício no funcionamento do fígado, segundo uma reportagem divulgada pela BBC. O fígado é um dos órgãos mais importantes e multifuncionais do corpo humano.

Experiências realizadas com ratos revelaram que 15 dias de treino moderado de força foram suficientes para diminuir a acumulação de gordura no fígado e melhorar o controle da glicose no organismo. Trata-se da primeira vez que uma pesquisa demonstra os efeitos do treino muscular – e não exercícios aeróbicos, como caminhar e correr, por exemplo – neste órgão.

A gordura tóxica que não se vê

“Todos temos alguma gordura no fígado. Mas quando é excessiva e a condição não é tratada, o quadro pode evoluir para uma inflamação, a esteato-hepatite. Nos piores casos, pode até progredir para uma cirrose e, em situações mais extremas, carcinomas (tumores malignos)”, explica à BBC News Leandro Pereira de Moura, professor da Unicamp e coordenador da pesquisa.

Por isso, o fígado é afetado com a obesidade e, também, com a diabetes tipo 2 (relacionada à obesidade e ao sedentarismo).

Estas são, atualmente, condições que representam alguns dos mais graves e crescentes riscos à saúde da população em nível mundial. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em 2016, 13% dos adultos em todo o globo estavam obesos; em relação à diabetes (de ambos os tipos), em 2014, atingia 8,5% deles.

E estes distúrbios são ainda correlacionados: segundo a organização britânica Diabetes.co.uk, acredita-se que a obesidade seja responsável por 80 a 85% do risco de desenvolver a diabetes tipo 2. Algumas pesquisas chegaram a mostrar que pessoas obesas têm 80 vezes mais chances de desenvolver essa doença.

O estudo

Os ratos foram divididos em três grupos: o grupo de controlo recebeu uma ração padrão e não fez exercício; a outro foi administrada uma dieta hiperlipídica (35% de gordura) e também não praticou exercício; o último grupo também consumiu uma dieta hiperlipídica mas, quando já havia se tornado obeso e diabético, realizou exercícios de força por 15 dias.

No fim da experiência, o último grupo (cobaias que fizeram exercício) ainda estava obeso, mas apresentava valores normais de glicémia em jejum; também registou redução de 25-30% na gordura no fígado. Já os obesos sedentários permaneceram diabéticos.

Os próximos passos dos investigadores consistem em realizar testes com humanos. Segundo Leandro Moura, a chave para tal deverá estar no papel de certas proteínas que temos no corpo.

“Neste momento está sendo bastante investigado o papel das chamadas ‘exercinas’, proteínas libertadas para o sangue durante o exercício físico. Quando libertadas para o organismo, atuam em diferentes órgãos: cérebro, fígado e pulmões”, explica.
Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Compartilhar:
Categorias: Brasil e Mundo

Notícias Relacionadas

Concurso da Câmara de Ji-Paraná tem salários de até R$ 5.419, 34

A Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP) divulgou edital de concurso público para preenchimento de cargos com níveis de escolaridade fundamental, […]

17/02/2020

Governo de Rondônia cria cinco novos colégios militares

Na manhã da segunda-feira (17), o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, assinou os decretos de criação de cinco unidades do […]

17/02/2020

Projeto da Idaron oferece formação básica em Educação Sanitária aos alunos do Abaitará

Aproximadamente 60 alunos de duas turmas do ensino médio do Centro Técnico Estadual de Educação Rural Abaitará vão participar neste […]

17/02/2020

Documento do carro não vai mais ser impresso a partir deste ano

A maioria dos motoristas já escutou essa frase: “Boa tarde, senhor, documentação pessoal e do veículo.” É obrigatório apresentar à […]

17/02/2020