Complexo Hospitalar de Cacoal realizou mais de 250 mil atendimentos em 2019

Entre consultas, internações, cirurgias e exames, Hospital Regional (HRC) e Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro) totalizaram 263.310 atendimentos no ano passado

19/02/2020

Compartilhar:

Referência para mais de 35 municípios que compõem a 2ª Macro Região de Saúde de Rondônia, a cidade de Cacoal conta com duas unidades estaduais de saúde que, juntas, somaram 263.310 atendimentos realizados no ano de 2019. Além dos municípios da região do Café, o Hospital Regional (HRC) e o Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (Heuro) atendem pacientes de diversas regiões do Estado, entre elas Zona da Mata, Sul, Vale do Guaporé e de todos os municípios da região central de Rondônia, entre eles Ji-Paraná, Ouro Preto, Jaru e Presidente Médice, sendo referência em saúde para uma população de mais de 800 mil habitantes.

Entre os atendimentos oferecidos pelo Complexo Hospitalar de Cacoal estão consultas médicas e especializadas em áreas da saúde como neurologia, pediatria, neurocirurgia, nefrologia, ortopedia, oncologia, oftalmologia, pneumologia, psicologia, nutrição, fisioterapia, entre outras.

De acordo com o Núcleo de Estatísticas e a direção de Práticas Assistenciais do Complexo Hospitalar, apenas em um ano (2019) foram realizadas 190.564 consultas médicas e também por profissionais formados em áreas como psicologia, nutrição e fisioterapia. No Hospital Regional foram registradas 123.267 consultas e no Hospital de Urgência e Emergência foram 67.296 atendimentos. A população de Cacoal foi a mais atendida dentro dos dois hospitais do governo, sendo realizadas no HRC e no Heuro 62.585 consultas aos pacientes da “Capital do Café”.

CIRURGIAS

Já em relação as cirurgias realizadas nos dois hospitais, foram registrados um total de 4.643 procedimentos cirúrgicos no HRC e 1.357 no Heuro, totalizando seis mil cirurgias em 2019.

Em primeiro lugar aparecem as cirurgias ortopédicas, foram 2.674 procedimentos em 2019, seguido pelas cirurgias gerais, 1.863 procedimentos. Outro dado que chama a atenção é o número de neurocirurgias registradas. Ao longo de 2019, foram realizadas 299 neurocirurgias em Cacoal, sendo 168 no HRC e 131 no Heuro.

Novamente os pacientes de Cacoal lideram o ranking de cirurgia, por procedência.  Ao todo, 1.608 pacientes da “Capital do Café” passaram por cirurgias no Complexo Hospitalar de Cacoal em 2019, seguido por Rolim de Moura (529), Ji-Paraná (518), Pimenta Bueno (412), Espigão D’Oeste (284) e Vilhena (254).

Na lista também entram pacientes de dezenas de outros municípios de Rondônia, e até de outros estados.

INTERNAÇÕES E EXAMES

Em 2019, os dois hospitais registraram 14.210 internações. Ao longo de todo o ano, 7.966 pacientes foram internados no Heuro e 6.244 pacientes no Hospital Regional.

Além disso, durante todo o ano, foram realizados mais de 50 mil exames, entre eles eletrocardiogramas, eletroencefalogramas, tomografias, ressonâncias, ultrassonografias, exames de radiologia, colonoscopias, entre outros.

REGULAÇÃO

“Cacoal é uma referência para uma Macro Região que engloba quase 40 municípios. Trata-se de uma população de 800 mil pessoas que são direcionadas para o Complexo Hospitalar de Cacoal. É um compromisso assumido juntos às diversas regiões do Estado, por isso a regulação se faz necessária. Ressaltando que o Heuro é um Hospital de Urgência e Emergência, o primeiro atendimento é direcionado às unidades básicas de saúde e aos hospitais municipais. Nestas unidades de saúde é avaliada a gravidade do caso e, quando necessário, o paciente é encaminhado para um atendimento mais específico, seja no Hospital Regional, ou no Heuro”, destacou o diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, João Henrique Paulo Gomes.

Conforme explica a diretora de Práticas Assistenciais do Complexo Hospitalar de Cacoal, Ângela Antunes de Morais Lima, todos os atendimentos realizados devem passara pelo processo de regulação. “Existe um processo que deve ser seguido e que na verdade é muito simples. Para atendimento no HRC, o usuário primeiro deve consultar o serviço médico municipal, que emite o encaminhamento para especialidades que existem no Estado, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), através do Sisreg, o Sistema de Regulação Estadual, que realiza o agendamento da consulta. No momento que surge a vaga, com a especialidade que o usuário requer, é comunicado à secretaria de saúde do município de origem, que agenda a consulta junto ao paciente”.

Já em relação ao Heuro, Ângela explicou que o serviço de emergência é regulado pela Crue, Central de Urgência e Emergência. “Os serviços de saúde dos municípios ligam diretamente para o Crue, que regula o atendimento de emergência, como acidentes de trânsito, trauma, atropelamento, acidente vascular cerebral, entre outros. Já para usuários de Cacoal, nestes atendimentos de Urgência e Emergência, o paciente é direcionado diretamente para o Heuro. Lembrando que Complexo Hospitalar de Cacoal atende as emergências que se enquadram em três linhas: cerebrovascular, trauma e cardiovascular”, detalhou.

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Empresa cacoalense produz e doa protetores faciais para profissionais do Heuro

Apesar da maioria das empresas estarem com as portas fechadas, empresários cacoalenses tem somado esforços em prol de medidas de […]

03/04/2020

Trabalhador na fila do auxílio-doença do INSS receberá R$ 1.045

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os segurados que estão na fila de espera do auxílio-doença do INSS poderão receber um […]

03/04/2020

4,8 mil testes rápidos para novo coronavírus chegam em Rondônia

O primeiro lote com 4,8 mil testes rápidos para o coronavírus Sars-CoV-2 chegou na noite desta quinta-feira (2). O anúncio da chegada […]

03/04/2020