Anúncio
Anúncio
Anúncio

Marcos Rocha se pronuncia sobre censura de livros em RO

10/02/2020

Compartilhar:

Na noite de sábado, 8 de fevereiro, após retornar de agenda oficial pelos municípios rondonienses, incluindo a abertura do ano letivo 2020, o governador de Rondônia, Marcos Rocha, se pronunciou através de suas redes sociais em relação as notícias sobre o recolhimento e censura de livros nas escolas estaduais do estado

⬇ LEIA ABAIXO ⬇

“Alguém avisa a Rede Globo, Folha de São Paulo, o UOL e outros veículos para corrigirem suas reportagens, dando o mesmo tempo e dedicação para a informação correta:

— A errada/mentira: “Governo de Rondônia recolheria livros; depois, recuou.”

— O que é fato: “O Governo de Rondônia comprou livros que não existiam nas bibliotecas públicas do estado. Algo que não acontecia nos governos anteriores, que deixavam tudo a encargo dos pais. A suposta ordem de recolhimento nunca existiu, pois tal informação nem mesmo havia chegado ao Governador ou a quem tem esse poder.”

Entenda:

— Estava no interior, na região do café, acompanhando in loco o mutirão de mais de 160 cirurgias de cataratas por dia na região, entrega de milhões em maquinários e inauguração de obras que estavam paradas, finalizadas em nosso governo. Até o final do mutirão, serão mil cirurgias realizadas. Algo inédito na Saúde do estado.

— Em nenhum momento eu e/ou o secretário autorizamos ou assinamos essa ordem.

— É absolutamente fora de lógica, pois eu que ordenei a compra de mais livros de literatura brasileira, rondoniense e estrangeira para nossas escolas. São livros que caem no Enem e no Vestibular. Governos que me antecederam deixavam essas atribuições exclusivas aos pais. Seguindo essa lógica, a diretoria de educação (DGE) fez a análise e comprou 144 obras para cada uma das 256 escolas da rede estadual.

— SÃO 144 NOVOS LIVROS POR ESCOLA! Facilitando o acesso de MUITOS JOVENS que antes não tinham condições de comprá-los, na preparação para o Enem e vestibulares.

— Os referidos e demais veículos que exploraram o assunto estavam mal informados, com matérias equivocadas e sensacionalistas. No documento não há, sequer, a assinatura do Secretário Suamy, como afirmaram e é possível verificar na própria reportagem lendo o anexo exibido em dois segundos. O documento também não foi expedido para as escolas ou colégios, como pontuaram as matérias.

— É a extrema imprensa fazendo o de sempre: execrar aqueles que apoiam o Presidente Bolsonaro, na clara intenção de atingi-lo. Não é com mentiras que mudarão o país.

— Toda medida a nível estadual, para virar “ordem” em nossa gestão, precisa estar, no mínimo, assinada pelo secretário. Ou seja: a ordem nunca existiu.

— Tanto eu como o Secretário Suamy, somos professores. Lecionei por boa parte da minha vida, fui Diretor do Colégio Tiradentes da Polícia Militar, Secretário de Educação de Porto Velho e Coordenador da educação integral do Estado. Também fui Conselheiro de educação por vários anos. Eu sabia que os alunos tinham dificuldade na elaboração e interpretação de textos. Por isso ordenei a compra dos livros citados.

— Eu faria todo esse empenho para depois mandar recolher? Chega ser cômico, a manipulação que fazem. Não houve ordem de recolhimento de livro algum.

— Já mandei que haja apuração de todo o acontecimento.

— Destaco que nossa gestão defende uma lógica coerente na grade curricular com o ensino condizente a idade dos alunos. Todos sabemos que isso não aconteceu com os governos federais anteriores. A liberdade de acesso aos livros e a opção nas bibliotecas escolares é algo inviolável, com a escolha e permissão dos pais e responsáveis. Além disso, todos os citados são livros para o ENEM e Vestibulares.

— Não aguardarei sentado os pedidos de desculpas/retratação de pessoas da extrema esquerda, nem dos veículos citados, pois sei que nunca chegarão.

— Seguiremos trabalhando com fé e honestidade!

Grande Abraço! Fiquem com Deus! Mais verdades. Menos mentiras e politicagem barata.

Deus abençoe nosso país.”

Compartilhar:
Categorias: Educação, Geral, Rondônia

Notícias Relacionadas

O DIA 21 DE JUNHO NA HISTÓRIA

Por Lúcio Albuquerque – jlucioac@gmail.com.br(Acesse rondoniaalemdahistoria.com.br) BOM DIA 21 DE JUNHO! COMEMORA-SE: Dia da Mídia. Dia Mundial do Yoga. Dia […]

21/06/2021

Vereador dr. Paulo Henrique apresenta ações da semana

NA ENTREGA DE CESTAS BÁSICAS A FAMÍLIAS CARENTES Neste momento de pandemia, a administração municipal, com apoio de emenda parlamentar, […]

20/06/2021

500 mil mortos por covid: 4 gráficos para comparar a tragédia do Brasil com a de outros países

O número por si só já diz muito. E desde o começo da pandemia temos comparado a situação do Brasil […]

20/06/2021

Governo de Rondônia antecipa salário de junho e a 1ª parcela do 13º vai ser paga dia 9 de julho

O Governo de Rondônia adiantou o calendário de pagamentos de servidores, pagando o mês de junho na próxima sexta-feira, dia […]

20/06/2021