Projeto Enxergar realiza cerca de 120 cirurgias de catarata por dia em mutirão na região do Café e Vale do Guaporé

Governador Marcos Rocha esteve em Cacoal para acompanhar o mutirão

11/02/2020

Compartilhar:

O projeto que começou em Porto Velho em julho de 2019, e já realizou mais de duas mil cirurgias na região Madeira-Mamoré, agora foi ampliado para o interior com o objetivo de zerar, até o primeiro semestre deste ano, a fila por cirurgias de catarata em todo o estado de Rondônia.

Em visita a Cacoal para acompanhar o mutirão, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, ouviu depoimentos emocionados, reafirmou o compromisso e destacou a importância do apoio da bancada federal e estadual com recursos que viabilizem a ampliação dos atendimentos. “O objetivo é fazer com que todas as pessoas de Rondônia, que perderam a visão devido ao problema, voltem a enxergar e a ser produtivas”.

Marcos Rocha ainda destacou a importante parcerias com deputados estaduais e federais para o desenvolvimento de Rondônia. “A deputada federal Jaqueline Cassou destinou emenda de mais de R$ 3,6 milhões para a oftalmologia. Estamos todos unidos em prol de fazer as coisas acontecerem de verdade. Não é demagogia, é ação”.

Aos 63 anos e sem enxergar devido à catarata, Benjamim Franco, de Pimenta Bueno, foi um dos beneficiados no mutirão realizado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), com apoio da deputada federal Jaqueline Cassol na região do Café e Vale do Guaporé. “Eu já estava esperando há quatro anos por isso, estava até desanimado e não tinha condições de pagar pra fazer a cirurgia. Gaças a Deus veio esse mutirão. Fiz o primeiro olho ontem e hoje já vim marcar para fazer o segundo. Antes de fazer a cirurgia, eu não via você e hoje eu estou vendo tudo”, comemorou o aposentado que passou pelo primeiro procedimento no último dia 4.

“Estão acontecendo 120 cirurgias de catarata por dia em Cacoal. Até o final do mutirão, serão mil cirurgias realizadas. São pacientes dos municípios de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, São Felipe do Oeste, Primavera de Rondônia, Ministro Andreazza, Costa Marques, Seringueiras e São Francisco”, informou o Secretário de Saúde, Fernando Máximo.

“O mutirão encerra nesta quarta-feira (12), mas já estamos trabalhando na organização de logística e contratação para realizar em outras regiões do Estado no mês de março,” concluiu Máximo.

A gerente do Sistema de Regulação Estadual (Sisreg), Kênia Ribeiro, explicou que um amplo trabalho foi realizado pela equipe do Sisreg e pela Coordenação Estadual de Oftalmologia junto às regulações dos municípios envolvidos para contatar os pacientes que estavam na fila de espera do Sistema.

Belmira da Silva, de Seringueiras, aguardou por quase três anos a cirurgia. “Quando soube do mutirão fui ao posto de saúde e eles já marcaram a minha vinda e, agora, estou aqui pra fazer e sair enxergando. Estou muito feliz, de todo coração”.

(Secom – Governo de Rondônia)

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Governador estreita entendimento com prefeitos, ouve demandas e afirma que Rondônia vai prosperar

Com  objetivo de ouvir os prefeitos e alinhar as parcerias para melhor atender as demandas dos municípios, o governador de […]

21/02/2020

Rolim incentiva plantação de cacau

A prefeitura de Rolim de Moura por meio da secretaria municipal de agricultura (Semagri) tem incentivado a diversificação na lavoura. […]

21/02/2020

De técnico novo, União Cacoalense busca 1ª vitória no Estadual

No sábado (22), o União Cacoalense disputará sua quarta partida no Campeonato Rondoniense 2020, ainda em busca da primeira vitória […]

21/02/2020

Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval

Os bancos vão ficar fechados na próxima segunda e terça-feira de carnaval. Na Quarta-feira de Cinzas (26/02) o início do […]

21/02/2020