Coordenador de Biomedicina da Unesc fala sobre o Coronavírus em entrevistas na imprensa cacoalense

04/03/2020

Compartilhar:

Nesta semana, a imprensa de Cacoal abriu um importante espaço para um tema que há semanas é constante e vem trazendo preocupação em todo o mundo: o Coronavírus. As rádios Suprema e Antena Hits e a emissora TV Band Meridional receberam o coordenador do curso de Biomedicina da Unesc, Diego Xavier.

Biomédico, mestre em Ciências Farmacêuticas, com área de concentração em Farmárcos, Medicamentos e Vacinas e também especialista em Citologia Clinica, Diego Xavier bateu um papo com os jornalistas Claudinei Sorce, Clóvis Firme e Lya Alexopulos esclarecendo as principais dúvidas e preocupações da população.

“É muito bacana e importante esse espaço que as emissoras abriram pra gente manter um diálogo mais próximo com a comunidade. Na maioria das vezes as informações sobre o COVID-19 vem de fora, então é bom este bate papo para trazer um assunto mundialmente relevante, da nossa realidade local. Então quero agradecer e parabenizar o Sorce, da Suprema FM, a Lya, da Band e o Clóvis, da Antena Hits, que abriram esse espaço”.

Entre as dúvidas esclarecidas e as informações repassadas pelo coordenador de Biomedicina da Unesc durante as entrevistas, as principais foram O que é o Coronavírus, suas repercussões para a saúde, combate às fake News, mitos e prevenção.

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o Coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

(Giliane Perin – Assessoria de Imprensa/Unesc – Com informações do Ministério da Saúde)

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Cacoal tem manifestação "pró economia"

Contrariando todas as orientações de inúmeras autoridades em saúde, cacoalenses se reuniram na manhã deste sábado (28) para uma carreata […]

28/03/2020

Mato Grosso, Rondônia e Santa Catarina afrouxam quarentena do coronavírus

Pelo menos três governadores já sinalizaram apoio à ideia do presidente Jair Bolsonaro de aplicar o isolamento vertical, somente aos […]

28/03/2020

Governo proíbe temporariamente entrada de estrangeiros no Brasil

O governo federal editou hoje (27) uma portaria para proibir temporariamente a entrada de estrangeiros de todas as nacionalidades que […]

27/03/2020

Safra do café para 2020 deve ultrapassar dois milhões de sacas em Rondônia

O café de Rondônia anda em alta. Destaque nacional nos últimos anos, quando rondonienses foram classificados entre os produtores das […]

27/03/2020