Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Governo expande serviço e Hospital de Base é centro satélite para transplante cardíaco

12/03/2020

Compartilhar:

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) assinou o convênio com o Hospital Sírio Libanês, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde –Sus (Proad) desenvolvido pelo Ministério da Saúde com o objetivo de ampliar o atendimento para os pacientes cardiopatas.

A partir de agora, o Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, em Porto Velho, passa a ser referência para região norte do país como um Centro Satélite especializado no tratamento do paciente com insuficiência cardíaca avançada e refratária, aquela que não responde mais às modalidades tradicionais de tratamento.

O secretário da Sesau, Fernando Máximo, que assinou o convênio, explica como isso vai beneficiar os pacientes que necessitam de um transplante cardíaco em Rondônia. “O Hospital de Base já atende todos os requisitos em equipe médica e equipamentos exigidos pelo Ministério da Saúde e, dessa forma, passamos a ser uma referencia para triagem destes pacientes. Uma vez indicados, eles são encaminhados para o serviço transplantador, que ainda é feito fora do Estado. Mas beneficio pra população se dá pelo fato de que esses pacientes, que tinham que viajar pra fazer a seleção, a triagem e o pós transplantes contínuo, recebem esses atendimentos aqui”, explica Máximo.

Várias visitas técnicas à unidade foram realizadas, explica o coordenador do Programa de Transplantes do Hospital Sírio Libanês, Tadeu More. “O Hospital de Base já tem um serviço complexo de cardiologia. A capacitação feita pela nossa equipe será por um período determinado para que toda a equipe multidisciplinar receba as orientações e esteja apta a esse manejo, que já começa agora com a identificação destes pacientes e, posteriormente, a unidade pode até ser credenciada para o transplante em si. Essa é a nossa expectativa aqui em Rondônia”.

A partir de agora, a Central de Transplantes inicia o processo de seleção e identificação dos pacientes que serão acompanhados pelo ambulatório cardíaco.

REFORÇO À ESTRUTURA LOGÍSTICA DA CET

A Sesau está reforçando a estrutura logística da Central Estadual de Transplantes (CET) com a entrega de um veículo novo para ser utilizado pelas equipes na busca ativa de potenciais doadores, deslocamento da equipe de doação e de transplante para cirurgia e treinamento de profissionais, bem como transporte de órgãos.

O veículo adquirido com recurso próprio da Sesau foi entregue na segunda-feira (9), no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro.

Para a coordenadora da Central, enfermeira Edcleia Gonçalves, “o transporte mais eficiente e rápido das equipes da central trará benefícios para o sistema estadual de transplantes, entre eles o aumento na capacidade de captações e salvamento de vidas, rapidez e tempo de resposta da equipe multidisciplinar envolvida”.

As atividades de captação e doação de transplante renal e córnea no Hospital de Base não param.  Bem como o ambulatório de atendimento renal para acompanhamento dos pacientes pré e pós operatório, assim como o serviço de apoio de diagnostico e exames pré e pós transplantes.

Texto: Dislene Queiroz
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom – Governo de Rondônia

Compartilhar:
Categorias: Saúde

Notícias Relacionadas

Dr. Neidson apresenta preocupações com a situação dos hospitais da capital

O parlamentar relatou diversos problemas observados em suas visitas aos hospitais de Porto Velho O deputado Dr. Neidson (PMN) utilizou […]

23/09/2020

ARTIGO - Dia Nacional do Atleta Paralímpico - “Esporte como ferramenta de transformação” e “Superação é uma ova”

O esporte paralímpico no mundo se popularizou pelo pioneirismo e dedicação do Dr. Ludwig Guttmann, médico judeu alemão, que salvou […]

23/09/2020

Bolsonaro discursa na 75ª Assembleia Geral da ONU

O presidente Jair Bolsonaro faz o tradicional discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas na manhã […]

22/09/2020

Rússia registrará segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro

A informação foi dada por órgão regulador russo, diz agência TASS A Rússia espera registrar uma segunda vacina em potencial […]

22/09/2020