Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Coluna do Xavier – Cacoal: A política, o Cristianismo e o ódio… (10/07/2020)

Francisco Gomes Xavier é professor da Rede Estadual e Aaticulista

10/07/2020

Compartilhar:

O estado de Rondônia certamente é um dos estados com a maior proporção de pessoas que se declaram cristãos em qualquer pesquisa que possa ser realizada nas terras rondonienses. Além disso, o estado possui uma quantidade de igrejas tão grande que impressiona o mais fervoroso cristão anapolino do cerrado brasileiro. Se avaliarmos a proporção de igrejas existentes nos 52 municípios de Rondônia, certamente a média ficará bem abaixo dos números de Cacoal, porque a cidade de Obedis tem uma igreja em cada esquina. Entretanto, não se deve medir a cidade pelo grau de pessoas que declaram religiões, porque muitas dessas pessoas são religiosas dentro de igrejas ou em campanhas eleitorais, mas passam o dia pregando o ódio em dezenas de grupos, nas redes sociais. Dois episódios recentes envolvendo o nome do ex-prefeito, Franco Vialeto, deixam bem claro que muitos “cristãos cacoalenses” estão muito longe de ser aquilo que dizem dentro das igrejas…

Poucos dias atrás, surgiu nas redes sociais uma fofoca divulgando que Franco Vialeto havia morrido na Itália. Que coisa covarde!!! Agora mais recentemente surgiu nova fofoca, informando que o ex-prefeito havia sido condenado a vários anos de cadeia que não podia ser mais candidato a cargo nenhum. Tudo mentira! Tudo fofoca! Tudo coisa sem nenhum fundamento! Algumas pessoas vão considerar estranho esse texto, porque, enésimas vezes, nesta mesma coluna, eu registrei que a administração do ex-prefeito era ruim. Incontáveis vezes, falei que ele era o Fraco Prefeito. Mantenho todas as opiniões que declarei sobre a condução política da administração de Franco Vialeto, porque emitir opinião sobre a atuação política de um gestor é muito diferente de desejar sua morte. Para desejar a morte de alguém, uma pessoa precisa ser totalmente despida de bom senso, de empatia e de respeito pelo ser humano. Desejar a morte de alguém é alimentar um ódio doentio e crônico. A propósito, quando Bolsonaro declarou, esta semana, que havia sido infectado com a Covid-19, muitos brasileiros comemoraram e disseram que estavam felizes. Ridícula essa situação!! Eu considero Bolsonaro um dos políticos mais medíocres que já tivemos, desde 1889, até hoje. Qualquer vereador desses mais guachebas de Cacoal é muito mais capacitado que Bolsonaro. Porém, jamais vou comemorar o fato de ele estar contaminado por essa doença e jamais vou desejar sua morte. Posições políticas divergentes não podem ser confundidas com o ódio. Dona Olinda Bonturi não merece isso…

Agora, mais recentemente, alguns veículos de imprensa divulgaram uma condenação, em primeiro grau, na qual o magistrado determinou que Franco Vialeto estava condenado a 05 meses de detenção, além de ficar impedido de disputar eleições por 05 anos. Novamente as pessoas que pregam a bíblia pela manhã e o ódio à tarde comemoraram a informação, como se fosse a torcida do Palmeiras comemorando um Mundial de Clubes, e encheram os grupos de uatizápi de mentiras e fofocas, dizendo que Vialeto seria preso. Na realidade, a decisão não tem nada a ver com aquilo que foi comemorado. Não existe nenhuma decisão judicial determinando a prisão do Franco. As pessoas precisam entender que uma condenação a 05 meses de detenção não apresenta nenhuma possibilidade de uma pessoa ser colocada na cadeia. Esse tipo de punição é normalmente transformado em multa ou prestação de serviços à sociedade. Assim, as pessoas que fizeram postagens dizendo que Franco seria preso, além de serem fofoqueiras, são muito onagras. Quanto à situação eleitoral, a legislação brasileira é clara ao determinar que a inelegibilidade, em caso de condenação judicial, deve se dar em colegiado. Isso não quer dizer que decisões judiciais monocráticas devem ser ignoradas, mas elas não tornam pessoas inelegíveis.

Os cristãos de verdade não precisam magoar com as afirmações registradas neste texto, pois não há nenhuma intenção de criticar as pessoas que seguem religiões e possuem conduta compatível com a religiosidade. O que não podemos tolerar são os falsos cristãos, aqueles que alimentam o ódio, pregam a intolerância, a discriminação e o preconceito, como se tivessem decorado esses valores em cursinhos para a formação de falsos cristãos. Basta ter noção básica de cristianismo, para saber que determinadas atitudes são totalmente incompatíveis com as coisas que Jesus Cristo pregava. E essa situação envolvendo o ex-prefeito não é um caso isolado e não pode ser aceita de maneira tão passiva, porque Cacoal está entre as cidades mais religiosas do estado de Rondônia. O número de pessoas que declaram ser cristãos nas redes sociais é gigantesco… Mas também é muito grande o número de pessoas na cidade que comemoraram a morte do irmão de Lula, da esposa de Lula, do neto de Lula… É um cristianismo bem seletivo!!

Eu registro, pela enésima vez,  que continuo crítico em relação à maneira política com que o ex-prefeito Vialeto conduzia a administração, da mesma maneira que não tenho a menor condição de aprovar esse governo de Bolsonaro e seus filhos, porque considero todos os vereadores de Cacoal muito mais preparados do que Bolsonaro para serem presidentes da república. Todavia, não posso concordar com essa conduta de pessoas que se dizem cristãos, mas não conseguem separar as divergências políticas de sentimentos mais nocivos. Eu prefiro a tese de William Shakespeare, pois ele ensinava que “guardar mágoas, ódios e ressentimentos é como beber veneno e ficar torcendo para que a outra pessoa morra”… Tenho dito!!!

FRANCISCO XAVIER GOMESProfessor da Rede Estadual e Articulista

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Presidente Laerte Gomes anuncia calendário de pagamento dos servidores até o mês de dezembro

No cronograma, já publicado no Diário Oficial, consta também a data do pagamento do décimo terceiro O presidente da Assembleia […]

12/08/2020

Luizinho Goebel conhece funcionamento da usina de asfalto em Cacoal

Parlamentar reivindicou ao governo de Rondônia a instalação de uma usina na região do Cone Sul Na manhã de terça-feira […]

12/08/2020

Jean Oliveira agradece a Deus pela cura da covid-19 e diz que doença o fez refletir sobre a vida

Deputado fez discurso emocionado, após enfrentar o coronavírus, agradecendo a todos que o apoiaram O deputado Jean Oliveira (MDB) fez […]

12/08/2020

Covid-19: Cirone anuncia unidade de tratamento para povos indígenas de Cacoal e região

O estado de Rondônia já registrou mais de 40 mil casos de pacientes diagnosticados com a Covid-19. O crescimento do […]

12/08/2020