Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Deputado Cirone vê equívoco na decisão do governo que fechou comércio e trabalha pela revogação da medida

01/07/2020

Compartilhar:
Image.jpeg

“Sem um Plano de Ação de ampliação do número de leitos hospitalares e de UTIs para atender pacientes dos municípios do interior do estado, o governo impõe fechamento do comércio e não considera o esforço individual de cada prefeitura no combate a pandemia”, afirmou o deputado Cirone Deiró, durante a sessão dessa terça-feira, 30 de junho.

Ele classificou de equivocada a portaria do governo do estado que determina o fechamento do comércio em 22 municípios do interior. Inicialmente o lockdown de 14 dias, seria apenas para Porto Velho, Candeias do Jamari e Guajará Mirim, municípios onde as estatísticas demonstram a falta de controle na prevenção e tratamento da Covid-19.

O parlamentar justificou sua indignação ao constatar que a grande maioria dos municípios que foram incluídos na portaria que determinou o retorno a fase 1, ou seja, aquela que define que esses 22 municípios tenham  suas atividades econômicas paralisadas não considerou as medidas que já vinham sendo adotada pelas prefeituras para controlar a disseminação e tratar a Covid-19.

Ele citou o exemplo do município de Cacoal, onde a prefeita Glaucione Rodrigues liderou um esforço com o apoio dos profissionais de saúde para criar um protocolo de prevenção e atendimento aos pacientes da Covid-19. “A vida é nosso maior bem, e estamos comprometidos em preservá-la. Todos os esforços estão sendo nessa direção”, disse. 

Cirone Deiró explicou que as medidas de prevenção recomendas pelas autoridades de saúde e adotadas pela prefeitura de Cacoal e pela secretaria municipal de saúde foram colocadas em prática pelos empresários e todo o setor produtivo e industrial de Cacoal. Segundo relatou o parlamentar, nos estabelecimentos comerciais do município estão sendo mantidos a exigência do distanciamento de 2 metros, disponibilizado álcool gel, além do uso obrigatório de máscaras para a população. “Essas medidas tem conseguido manter a situação sob controle, já que o município tem até o momento apenas 290 casos registrados”, assegurou.

O parlamentar destacou que o trabalho que tem sido realizado pela prefeita Glaucione Rodrigues que incluiu barreiras sanitárias nas entradas da cidade e fiscalização de todas as atividades comerciais e empresariais, estão sendo seguidas por outros municípios da região central do estado.

“Está demonstrado que essa portaria foi elaborada por pessoas que desconhecem as particularidades do trabalho e da conjugação de esforços que tem sido realizado pelos prefeitos, profissionais de saúde e setor empresarial com o apoio da população para a prevenção e controle do novo coronavírus”, alertou o parlamentar, ao cobrar do governo a revogação da referida portaria.

Superlotação

De acordo com o deputado Cirone Deiró, desde o mês de março, quando da votação e aprovação do estado de calamidade pública na saúde de Rondônia, ele tem cobrado da secretaria de estado da saúde-Sesau, investimentos na ampliação de leitos hospitalares e de UTIs para o município de Cacoal. Segundo ele, o complexo hospitalar de Cacoal atende 50% da população do estado e nenhum investimento foi realizado até o momento no sentido de ampliar o número de leitos de UTIs. “Por mais de uma vez, alertei o secretário de saúde, Fernando Máximo para a necessidade de ampliar o número de leitos hospitalares e também de UTIs, mas em nenhum momento nossas propostas foram acatadas pela equipe do governo”, lamentou.  

Os poucos leitos existentes no Hospital Regional de Cacoal estão sendo ocupados por pacientes de mais de 20 municípios da região central do estado. Na avaliação do deputado Cirone Deiró, o município de Cacoal não pode ser incluído na portaria que determina o fechamento do comércio, pelo reduzido número de pacientes diagnosticado com a Covid-19. “Com o apoio do deputado Laerte Gomes, estamos trabalhando para reverter essa situação em Cacoal e nos demais municípios que foram atingidos por essa medida arbitrária e equivocada”, assegurou.

Texto: Edna Okabayashi

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Presidente Laerte Gomes anuncia calendário de pagamento dos servidores até o mês de dezembro

No cronograma, já publicado no Diário Oficial, consta também a data do pagamento do décimo terceiro O presidente da Assembleia […]

12/08/2020

Luizinho Goebel conhece funcionamento da usina de asfalto em Cacoal

Parlamentar reivindicou ao governo de Rondônia a instalação de uma usina na região do Cone Sul Na manhã de terça-feira […]

12/08/2020

Jean Oliveira agradece a Deus pela cura da covid-19 e diz que doença o fez refletir sobre a vida

Deputado fez discurso emocionado, após enfrentar o coronavírus, agradecendo a todos que o apoiaram O deputado Jean Oliveira (MDB) fez […]

12/08/2020

Covid-19: Cirone anuncia unidade de tratamento para povos indígenas de Cacoal e região

O estado de Rondônia já registrou mais de 40 mil casos de pacientes diagnosticados com a Covid-19. O crescimento do […]

12/08/2020