Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Deputado Alex Redano relata ações parlamentares durante período da pandemia

Parlamentar lamenta paralisação da CPI da Energisa, mas atua fortemente para beneficiar população em tempos de pandemia

06/10/2020

Compartilhar:
Alexredano

O deputado Alex Redano (Republicanos), na atuação neste seu segundo mandato, tem trabalhado ainda mais focado no cidadão e na defesa de seus direitos. Como exemplo temos a formação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar possível perdão da dívida da Energisa com o governo do Estado e que é encabeçada pelo deputado.

“Infelizmente, por não podermos reunir e convocar os representantes da empresa para oitiva, tivemos de suspender os trabalhos da CPI, mas assim que pudermos retomar o faremos. Ouvimos as alegações da Energisa e já emitiremos o parecer final” esclareceu Redano.

O parlamentar salientou que hoje seu olhar está focado neste momento para a saúde pública e a manutenção da economia do Estado em equilíbrio. “Atuamos auxiliando o executivo no que se faz necessário, mas realizamos nosso trabalho de fiscalização e direcionamento de ações de forma constante” disse o deputado.

E foi com este pensamento que o deputado Redano votou favorável, por exemplo, na devolução de recursos do orçamento da ALE para que o governo do Estado pudesse alugar uma ala inteira e disponibilizar leitos convencionais e de UTI junto ao Hospital de Amor em Porto Velho, bem como no aluguel de ambulâncias para municípios carentes de assistência.

Indicações

O deputado tem mantido seu papel de cobrar e fiscalizar ações do Executivo estadual. Durante a pandemia tem mantido reuniões (virtuais e presenciais) com outros deputados e com representantes do governo onde tem realizado diversas indicações, como a necessidade da criação de um centro de atendimento telefônico ou plataforma digital específica para instrução da população quanto a pandemia da Covid-19 com profissionais (preferencialmente médicos).

O parlamentar também indicou a necessidade da suspensão das cobranças e corte de água e energia no estado de Rondônia durante o período de quarentena da Covid-19, bem como foi pedido ao governo a continuidade da prestação de serviço de moto taxistas, desde que os passageiros utilizem obrigatoriamente capacetes de uso pessoal.

CONFIRA: Eleições 2020: Entenda o que fazem os prefeitos

Outra solicitação foi o parcelamento do IPVA tendo em vista que muitos chefes de família perderam o emprego ou tiveram seus vencimentos reduzidos. “Por isso, se faz necessário que o governo flexibilize quanto a cobrança de determinados impostos da sociedade, em especial o IPVA do ano de 2020” destacou Redano em seu pedido.

Providências também foram pedidas ao Procon estadual para apurar eventual denúncia a respeito do abuso de preço das passagens dos transportes intermunicipais e para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) a necessidade de ceder as escolas públicas estaduais que estão fechadas para que sejam utilizadas como abrigo para moradores de ruas e pessoas que não possuam refúgio durante o período de quarentena da Covid-19.

Texto: Assessoria

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

Compartilhar:
Categorias: Politica

Notícias Relacionadas

Restrição provisória de circulação de pessoas durante período de isolamento restritivo entra em vigor neste domingo, 17

O Decreto 25.728, publicado pelo Governo do Estado de Rondônia estabelece medidas temporárias de isolamento social restritivo por dez dias em municípios enquadrados […]

16/01/2021

Isolamento social restritivo - Cacoal, PVH e mais 18 municípios voltam à fase 1 na tentativa de conter avanço da Covid-19

O Governo de Rondônia publicou na noite de sexta-feira (15) um novo decreto (N° 25.728), que determina medidas temporárias de […]

16/01/2021

Lacen e Fiocruz reforçam parceria para diagnóstico da Covid-19 em RO

Em virtude do aumento no número de amostras recebidas para diagnóstico de Covid-19, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o […]

14/01/2021

Frente de prefeitos: há seringas suficientes para começar vacinação

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, disse hoje (14), que a maioria dos 5.570 municípios brasileiros […]

14/01/2021