Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Coluna Boca Maldita – Jogo da Vida (05.02.2021)

05/02/2021

Compartilhar:

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Na última segunda-feira, o deputado Alex Redano tomou posse como presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia. O deputado de Ariquemes será o chefe do Poder Legislativo estadual no biênio 2021/2022. Redano foi eleito por unanimidade para o cargo e a dinâmica da Casa de Leis não deve sofrer alterações, já que o novo presidente pertence ao mesmo grupo político de Laerte Gomes. Isto significa que a Assembleia Legislativa de Rondônia seguirá aliada ao governador Marcos Rocha e não devem surgir obstáculos para a tramitação das matérias de interesse do governador na Casa de Leis de Rondônia. Alex Redano é esposo da prefeita de Ariquemes, Carla Redano.

SENADOR  DE RONDÔNIA

Falando em presidência e legislativo, o Senado Federal tem agora um rondoniense na presidência. Trata-se do advogado Rodrigo Pacheco, que nasceu em Porto Velho e que ainda criança deixou o estado, visto que sua família mudou para Minas Gerais. Em sua primeira entrevista, após assumir a presidência do Senado Federal, Rodrigo Pacheco fez questão de registrar que é rondoniense e que tem muito carinho pelo estado. Quando exerceu o mandato de deputado federal, Rodrigo Pacheco foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e ajudou articular nos bastidores o arquivamento das duas ações que pediam o impeachment do ex-presidente Michel Temer. Na época, Rodrigo Pacheco pertencia ao MDB. Em 2018, filiou-se ao DEM e foi eleito senador por Minas Gerais com mais de 3,6 milhões de votos.

SEM PREVISÃO

O aeroporto de Cacoal, inaugurado 10 anos atrás, está há muito tempo desativado e não existe nenhuma previsão oficial para a retomada de voos partindo da Capital do Café. Essa situação tem sido motivo de inúmeras reclamações das pessoas que utilizam os serviços de voos por motivos profissionais ou por outras razões. Diversas autoridades políticas que participaram da inauguração do aeroporto fizeram discursos emocionantes dizendo que aquele fato representava o progresso e o desenvolvimento de Cacoal e todos os municípios da região. Infelizmente não é bem isso que tem acontecido e as pessoas que participaram da inauguração andam sumidas. Por que será? Pelos reparos que precisam ser feitos no aeroporto Capital do Café é difícil fazer uma previsão sobre quando voltará a funcionar normalmente. Enquanto isso, os serviços continuam aos poucos por lá.

NOVO DECRETO

No início dessa semana, o governo de Rondônia publicou novo decreto alterando as normas de funcionamento do estado sobre a pandemia da Covid-19 que ressurgiu em Rondônia e criou um clima bem complicado no setor de saúde pública e em todos os demais setores do serviço público e privado. Entre as maiores preocupações do governador está o funcionamento do comércio, porque o setor empresarial cobra ações concretas para resolver os problemas e seguir em atividade. Como já era esperado, o decreto manteve todas as restrições sobre o consumo de bebidas alcóolicas em bares e restaurantes e flexibilizou o horário para a circulação de pessoas nesses ambientes. A parte do decreto mais comemorada pelos comerciantes foi a volta do município de Cacoal à fase 3 da pandemia, já que o decreto anterior classificou a Capital do Café na fase 1, mais rigorosa nas restrições ao comércio.

AULAS PRESENCIAIS

As declarações do Secretário Chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, em relação ao retorno das aulas presenciais, causaram muita indignação nos profissionais da educação de Rondônia. O principal motivo da reação dos servidores é que o estado não tem nenhuma previsão de vacinação que possa atender aos trabalhadores da educação, categoria que possui milhares de servidores nos mais diferentes grupos de riscos possíveis. Os sindicatos ligados aos trabalhadores da educação repudiam totalmente a decisão do governo e afirmam que é necessário haver compromisso com a saúde da população e dos profissionais Não há condições de retomada de aulas sem uma agenda de vacinação, dizem os profissionais de educação de Rondônia. Mas, enquanto isso, as aulas iniciarão na forma remota.

JOGO DA VIDA

Comentários que circularam pelas redes sociais dão conta de que nos últimos dias, Cacoal foi sede de um torneio de pôquer que contou com a participação de pessoas de diversos estados brasileiros e o fato chamou a atenção de muitos cacoaleneses, porque, neste período de covid-19, é necessário que sejam feitos todos os esforços para evitar que a doença ganhe força, além das proporções que já existem de norte a sul do Brasil. Curiosamente três políticos que ocupam cargos importantes na cidade também foram vistos no evento e não eram meros espectadores. Eles estavam dando cartas. Considerando que o uso de celulares era proibido no local, não vamos citar os nomes das autoridades que participaram do jogo, mas registramos que o momento de pandemia é muito sério e que precisa da conscientização de todas as pessoas, inclusive as autoridades que fizeram juramento de proteger a população. A participação de políticos com mandato no evento foi um péssimo exemplo!!!

LIMPEZA URBANA

Há muito tempo, as pessoas que residem na rua Blumenau, que liga os bairros Incra e Jardim Eldorado, esperam por uma limpeza e pavimentação daquela via. Essa semana, o vice-prefeito Cássio Góes esteve em um programa de TV e anunciou que haverá uma limpeza. Entretanto, o apresentador citou o nome da rua Florianópolis, mas pode ter sido por engano. Caso a rua Florianópolis, que passa perto do SAAE também precise de manutenção, é importante que seja feita, mas sem deixar fora das prioridades a rua Blumenau, que passa nas proximidades da AABB e liga importantes bairros da cidade e constitui uma das principais vias de acesso ao Shopping de Cacoal, ponto de referência do município.  

LEITOR TP

Antonio Carlos Nascimento

O professor Antônio Carlos Nascimento, que por 35 anos conduziu com mestria a Unesc, primeira instituição privada de ensino superior de Rondônia e que agora se dedica a novos projetos, TAMBÉM LÊ TRIBUNA POPULAR

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

Na Região do Café, bovinocultura leiteira movimentou mais de R$ 50 milhões em 2020

Somente na Região do Café, em cada hectare de terra destinado a bovinocultura leiteira, foram produzidos em média mais de […]

04/03/2021

Servidores públicos de Rondônia voltam ao home office; repartições atendem emergências com agendamento prévio

Home office volta a ser adotado pelo Governo de Rondônia para seus servidores em todo o Estado Com a publicação […]

04/03/2021

Ações de combate à dengue são intensificadas com aplicação de fumacê para eliminar criadouros e mosquito

Atuação das equipes de endemia da Agevisa ocorre por meio do uso do Ultrabaixo Volume (UBV), equipamento utilizado para o […]

04/03/2021

Governo de Rondônia esclarece novas medidas adotadas para proteger população contra a Covid-19

Governo de Rondônia adota novas medidas foram para proteger a população da Covid-19 A partir de quinta-feira (4), Rondônia terá […]

04/03/2021