Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Comerciantes de Seringueiras se unem para diminuir impacto negativo na economia local

23/03/2021

Compartilhar:
1mn 2

Um grupo de comerciantes de Seringueiras, município localizado a 536km de Porto Velho, se uniram para garantir a redução do impacto negativo da Pandemia na economia local assim como na saúde pública da cidade.

No início de março alguns empresários começaram a reunir em um grupo do aplicativo WhatsApp os comerciantes interessados a debater formas de evitar mais tormentos no comércio, principalmente com os constantes decretos que estavam tirando o sono de empresários e funcionários. Uma das conquistas foi a parceria com a Prefeitura e o debate aberto com a Administração Municipal para garantir que o setor não seja tão afetado pelos decretos e, assim, os comerciantes e funcionários possam trabalhar sem medo de multas e represarias pelo poder público.

ORIGEM

De acordo com a empresária Joyce Daniele o grupo foi criado após um descontentamento dentro de uma associação que representa a categoria. “Não tinha esclarecimentos, não tinha comunicação com os membros e faltava transparência. Motivos esses que foram nos desmotivando da parceria com a associação. Não tínhamos um representante que vestia literalmente a camisa dos comerciantes de Seringueiras. A União [dos comerciantes] veio depois da frustação e surgiu algo lindo”, disse a empresária se referindo ao grupo de empresários independentes.

Hoje o grupo conta com representantes de cerca de 90 empresas e que possuem mais de 600 colaboradores contratados. Um número expressivo já que o município tem a estimativa de

De acordo com Daniel Dallazen, empresário e um dos fundadores do grupo de comerciantes, o canal de comunicação pelo aplicativo surgiu com propósitos muito definidos. “O objetivo é evitar o fechamento do comércio ediscutir com todos estratégias de combate e prevenção do Covid”, disse Daniel.

Dentro do grupo foram debatidos os pontos de vista dos comerciantes e o papel da Prefeitura como agente fiscalizador neste cenário de Pandemia. De acordo com Daniel Dallazen, a comunicação clara e direta com prefeito e Secretária de Saúde do Município auxiliou em traçar estratégias para que o comércio possa reagir no combate ao Covid-19. “Essa Administração abriu as portas para o comércio, diferente da [gestão] passada. Não só abriu as portas pra nós mas também nos ouviu”, afirmou o empresário.

FRUTOS DO DEBATE

Com o debate aberto entre comerciantes e Executivo Municipal, após uma reunião realizada na prefeitura no dia 13/03, os comerciantes se comprometeram a tomar medidas mais duras dentro das empresas para que auxilie o município sair da Fase 01 da Pandemia. Ficou determinado que as empresas teriam ações mais duras quanto a prevenção como o usoobrigatório de máscara (funcionários e clientes); uso obrigatório de álcool 70; reduzir a capacidade de clientes no local aos 30%; distanciamento de 2 metros em filas de espera; distanciamento em mesas de atendimentos; informativos nas portas sobre os cuidados essenciais e obrigatórios; Deliveryde alimentos e bebidas alcoólicas; DriveTru para bebidas alcoólicas.

Em contrapartida a Prefeitura se comprometeu também com sua parte neste acordo com a liberação do funcionamento do comércio nos finais de semana com as devidas precauções a respeito de aglomerações e uso de máscara e álcool 70%; fazer termo de compromisso com os comerciantes que assumiram as responsabilidades e todos cuidados básicos; anúncio das regras com os cuidados básicos com som ambulante e redes sociais no município; limpezadas ruas com produto para desinfecção.

NOVO DECRETO

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Danielly Karina de Paiva, os comerciantes tiveram uma importante atitude de se unirem e buscarem melhorias para o setor. “Desde o início tentamos esta união. Sempre vemos a necessidade neste momento pandêmico de todos trabalharmos em conjunto na conscientização. ASecretaria, junto com os nossos governantesmunicipais, não consegue combater sozinho neste momento tão complicado. Somos gratos pela parceria deles conosco epor estarem nos apoiando e principalmente nos ajudando”, disse Danielly.

Dentro do grupo criado pelos comerciantes foi debatido também em conjunto com a Secretaria de Saúde e o chefe do Executivo Municipal formas de garantir que o comércio possa continuar a gerar empregos e que fortaleça a economia local. O decreto Municipal vigente foi feito com sugestões dos comerciantes e aprovado pelo setor jurídico da prefeitura. De acordo com a secretária foi importante esta união para dar este passo no combate ao Covid-19. “Na verdade, o decreto estadual saiu também sem intenção de prejudicar os comerciantes. A intenção é de combater o vírus. Juntamente com os comerciantes entendemos que não seria fechar e sim conscientizar. Como eles se colocaram àdisposição de nos ajudar,houve a flexibilização do decreto municipal com o combinado de ser revisto se não funcionar na prática”, disse a Secretária Municipal de Saúde.

No decreto também foram inseridos, no Art 3º, §1º e §2º, multa para a empresa e para o cidadão que forem flagrados sem o uso correto de máscara. Esta foi uma das indicações dos próprios comerciantes que, de acordo com eles, enfrentam situações onde os clientes não querem fazer o uso do item de proteção. Com a possibilidade de multa, tanto para o estabelecimento como para o cliente, a exigência se torna mais fácil de ser argumentada com o cidadão. A multa é de R$100,00 para o individuo sem a máscara e R$100,00 para o estabelecimento.

O Decreto municipal também determina horários de fechamento do comércio e de proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 22h00 até 06h00 e nos demais horários apenas pelo sistema de Drive Thru ou Delivery. O consumo de bebidas está proibido em quaisquer horários.

A aglomeração em vias públicas de mais de 5 pessoas também está proibida assim como a abertura de bares, balneários, festas, bailes, atividades recreativas e etc. A multa é de R$100,00 para cada indivíduo que for flagrado nestas atividades.

OUTRO PROBLEMA

Algo que tem gerado discussão no município é que pessoas que foram diagnosticadas com Covid-19 e encaminhadas para a quarentena não estão respeitando o isolamento. Servidores da saúde tentam fazer a fiscalização destes pacientes, mas alguns insistem em não respeitar as determinações e foram vistos em meio a população no centro da cidade. “Temos as equipes de acompanhamento; temos instruído; mas infelizmente pessoas ainda não entendem o risco que estão causando a população. Por terem sintomas levesacabam furando o isolamento e colocando vidas em risco.  Imunidade de uns não é igual a outros. Então o que é fraco para você pode ser fatal para mim. Ainda existe este problema de consciência”, disse Danielly Karina de Paiva, Secretária de Saúde de Seringueiras.

CONQUISTAS

Com esta parceira dos comerciantes foi viabilizado material para divulgação em redes sociais sobre os cuidados que os clientes devem ter em casa e no comércio. As peças publicitárias foram pagas pelos próprios empresários que conscientizar a população para evitar aumento de casos de contagio por Covid-19 no município.

Outra conquista foi a liberação para trabalho das empresas no sábado, o que estava proibida pelo decreto anterior.

Com a parceria firmada com a Prefeitura, o grupo de comerciantes independentes fez um cadastro de empresas que estão inseridas neste conglomerado para que seus funcionários recebam da secretaria de saúde de forma gratuita o medicamento Ivermectina com fins de prevenção. A distribuição será feita em breve pela secretaria.

O Grupo de WhatsApp continua ativo e os comerciantes ajudam a fiscalizar e sugerir novas propostas para que o município possa ter resultados positivos no combate ao Covid-19.

(Autor: Marcelo Nery – DRT-1081/RO – Foto: Marcelo Nery)

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

RENOVAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA - LAS DE ANA KAROLINE SOUZA QUINTINO

RENOVAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA – LASAna Karoline Souza Quintino EIRELI com CNPJ 35.823.175/0001-83, Av: Sete de Setembro, 2461, Centro, […]

14/04/2021

PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO DE MARIA ARIANE DA SILVA MELO

PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO MARIA ARIANE DA SILVA MELO 98379976215, inscrito com CNPJ n° 35.474.443/0001-07, torna-se público […]

14/04/2021

Senador Acir Gurgacz cobra cumprimento da lei para preço do leite

Rondônia tem mais de 28 mil produtores de leite que entregam mais de 1,6 milhão de litros de leite por […]

14/04/2021

Jaqueline Cassol confirma realização da segunda fase do Revalida

Por Bruna Carneiro – A segunda fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) deve acontecer até […]

14/04/2021