Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

COVID -19: Promulgada lei de relatório de Nazif

A Lei concede indenização de r$ 50 mil aos dependentes dos profissionais da saúde que perderam a vida

30/03/2021

Compartilhar:

Mauro Nazif 400

    Foi promulgada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), na sexta-feira (26), a Lei 14.128, que prevê uma compensação financeira de R$ 50 mil aos profissionais de saúde (nível superior, técnico e auxiliares) em caso de óbito ou incapacitados permanentemente para o trabalho após serem contaminados pelo coronavírus. A proposta havia sido vetada integralmente pelo governo, mas o Congresso Nacional derrubou o veto no dia 17 de março.

   “Tive a honra de relatar a matéria na Câmara dos Deputados, quando tivemos a oportunidade de aperfeiçoar o texto, garantido uma indenização de R$ 50 mil aos profissionais da saúde incapacitados permanentemente para o trabalho, ou, em caso de óbito, ao seu cônjuge/companheiro e herdeiros. Além desse valor, será devida uma única prestação de valor variável a cada um dos dependentes menores de 21 (vinte e um) anos, ou 24  (vinte  e  quatro)  anos  se  cursando  curso  superior,  do profissional ou trabalhador de saúde falecido, cujo valor será calculado mediante a multiplicação da quantia de R$ 10.000,00 (dez mil reais) pelo número de anos inteiros e incompletos que faltarem, para cada um deles, na data do óbito do profissional ou trabalhador de saúde, para atingir a idade de 21 (vinte e um) anos completos, ou 24 (vinte e quatro) anos, se cursando curso superior”, explica Nazif.

   A Lei 14.128, contempla os profissionais de saúde de nível superior, técnico e auxiliares: médicos, enfermeiros; fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais e profissionais que trabalham com testagem nos laboratórios de análises clínicas; os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias; os serviços diversos de saúde, aqueles que, mesmo não exercendo atividades-fim nas áreas  de  saúde,  auxiliam  ou  prestam  serviço  de  apoio presencialmente   nos   estabelecimentos  de   saúde como: administrativos, copa, lavanderia, limpeza, segurança, condução de ambulâncias e trabalhadores dos necrotérios e coveiros.

   “Os profissionais de saúde, e quem trabalha nas atividades no meio da saúde, são nossa linha de frente, são nossos heróis e heroínas, são eles que estão arriscando suas vidas para garantir as nossas. Nada mais justo do que, no mínimo, garantir a eles uma compensação financeira por todo o risco e sobrecarga que estão sofrendo neste momento”, disse Nazif.

Fonte: Luciana Ribeiro – Assessoria de Comunicação/Mauro Nazif)

Compartilhar:

Notícias Relacionadas

RENOVAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA - LAS DE ANA KAROLINE SOUZA QUINTINO

RENOVAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA – LASAna Karoline Souza Quintino EIRELI com CNPJ 35.823.175/0001-83, Av: Sete de Setembro, 2461, Centro, […]

14/04/2021

PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO DE MARIA ARIANE DA SILVA MELO

PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO MARIA ARIANE DA SILVA MELO 98379976215, inscrito com CNPJ n° 35.474.443/0001-07, torna-se público […]

14/04/2021

Senador Acir Gurgacz cobra cumprimento da lei para preço do leite

Rondônia tem mais de 28 mil produtores de leite que entregam mais de 1,6 milhão de litros de leite por […]

14/04/2021

Jaqueline Cassol confirma realização da segunda fase do Revalida

Por Bruna Carneiro – A segunda fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) deve acontecer até […]

14/04/2021