Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Coluna Papudiskina: Pessoas infectadas após vacinação? verdades, mentiras, dúvidas e absurdos

02/04/2021

Compartilhar:
Papuzzzz

Como no resto do mundo, Cacoal também iniciou, ainda que lentamente, a vacinação dos seus cidadãos e como não há doses para todos, foi necessário organizar a distribuição das doses a grupos prioritários. (Claro, com alguns desvios e “fura-filas”, algo comum da natureza humana, porém reprovável).

Mas agora que a vacinação teve início, a conta gotas, pairam algumas perguntas e angústias, especialmente com as notícias, cada vez mais recorrentes, de que vacinados também se infectaram e houve até casos de mortes, que carecem de maiores investigações. Fomos informados de que em determinada aldeia indígena do município, um dos primeiros grupos a receber a vacina, alguns indígenas foram infectados. A questão que precisa ser esclarecida é se já estavam infectados, quando receberam a vacina, ou se realmente foram infectados porque a vacina tem pouca ou nenhuma eficácia. Precisamos ter prudência e equilíbrio, mas cobrar das autoridades sanitárias mais transparência.

Temos de nos equilibrarmos entre não promover o descrédito da sociedade no processo de vacinação, mas também precisamos estar atentos em relação a uma outra debilidade do ser humano, que é a ganância. Nesse aspecto, temos de cobrar dos governantes que não saiam por aí comprando vacina de qualquer laboratório e desperdice recursos em vacinas que não tragam a proteção e o alívio que tanto esperamos.

Agora que o processo de vacinação está em curso, o que fazermos?  Batemos palmas ou corremos para nos esconder? Com certeza, queremos aplaudir essa corrida por vacinação, mas também devemos ter empatia por aqueles que, de um mundo alheio à ciência, precisam (e com razão) que aspectos importantes sejam esclarecidos antes de dar o passo decisivo e oferecer o braço nu à revolução da biotecnologia.

Tentemos agora avaliar alguns conceitos

VERDADES

A pandemia colocou em perigo os dois grandes tesouros de todos os países: sua população e sua economia. Independentemente de ideologias, partidos políticos, localização geográfica, trajetória histórica ou estratégias geopolíticas, a busca pela vacina é de interesse comum de absolutamente todos os estados.

As vacinas salvam vidas. Segundo a prestigiosa virologista Marie-PauleKieny , nada contribuiu mais para o aumento da taxa de sobrevivência da humanidade do que a purificação da água e  a vacinação em massa .

Hoje, não há nenhuma terapia eficaz conhecida contra COVID-19.

 MENTIRAS

As vacinas alteram nosso DNA porque são feitas de RNA, que é material genético.

DÚVIDAS

 Quando formos vacinados, estaremos para sempre protegidos contra o vírus?

Resposta: Não sabemos. As notícias de infecções de pessoas, mesmo depois de vacinadas, causam apreensão.

Quantas doses de vacina serão necessárias?

Resposta: Nós também não sabemos.

Saberemos quando o desenvolvimento das próximas fases coletarem, ao longo do tempo, as informações necessárias. Desde o início, por não ser uma vacina tradicional, provavelmente vamos precisar de doses de reforços.

Se eu for vacinado, poderei esquecer para sempre as incômodas medidas de proteção?

Resposta: não! Pelo menos por um bom tempo, o uso de máscaras ainda será necessário. Como elencado acima, os números que sabemos são apenas de testes laboratoriais ainda ínfimos e só depois de grande parte da população ser vacinada é que a ciência terá respostas mais adequadas.

A GRANDE MENTIRA

A vacinação contra a covid é parte de uma grande conspiração para introduzir microchips e nos manter sob controle por toda a vida

Resposta: Aff !!!

Embora sejam razoáveis a dúvidas e os medos, frente ao desconhecido, também temos de dar crédito aos cientistas sérios que se dedicam a se contrapor a esse vírus terrível que colocou o mundo de joelhos.

Compartilhar:
Categorias: Colunistas

Notícias Relacionadas

A pandemia requer a união entre os povos, não a competição

A pandemia requer a união entre os povos, não a competição  “O mundo está passando por um período delicado com […]

14/04/2021

COLUNA DO XAVIER: "CACOAL: AS AUTORIDADES, AS CASINHAS E OS FARISEUS..."

A população de Cacoal assiste, já há vários dias, à polêmica relacionada com o sorteio das casinhas populares localizadas no […]

10/04/2021

Tribuna em Foco

Em homenagem ao Dia do Jornalista, celebrado em 7 de abril, reunimos nesta edição alguns profissionais do jornalismo rondoniense! Mais […]

09/04/2021

Dia do Jornalista: Montezuma Cruz destaca a importância da comunicação para a sociedade

O dia do jornalista homenageia o trabalho dos profissionais da mídia, responsáveis por apurar fatos e levar as informações sobre […]

07/04/2021