Coluna Boca Maldita – SINDICATO DO PREFEITO

 

MARCOS ROCHA

Informações dos bastidores políticos de Rondônia evidenciam que o governador Marcos Rocha vai precisar explicar a situação relacionada com a vaga de vice na chapa do União Brasil. As discussões começaram após alguns jornais de Rondônia informarem que o empresário Sérgio Gonçalves é o nome escolhido para formar a chapa majoritária com Marcos Rocha. Diversos partidos que compõem a aliança de apoio à reeleição do coronel Marcos Rocha dizem que o nome de Sérgio Gonçalves nunca foi discutido com os partidos e que isto pode provocar um racha na base do governo. Em Cacoal, muitos cabos eleitorais do governador afirmam que não gostaram da escolha. Marcos Rocha ainda não se manifestou sobre os fatos, mas pode ser que o nome do vice ainda não esteja definido, porque até o dia da convenção havia pelo menos quatro ou cinco postulantes ao cargo. Esses conflitos internos são naturais em períodos de convenções e certamente em poucos dias a situação estará resolvida. Alguns partidos podem não ter gostado da ideia, mas como Marcos Rocha é o governador, é possível que as discussões sejam encerradas para não dar munição aos opositores.

CANDIDATOS A FEDERAL

O município de Cacoal caminha para ter vários candidatos a deputados federais. Nos últimos dias, a ex-prefeita e ex-vereadora Maria Simões foi aprovada como candidata do PSC para disputar a Câmara dos Deputados. Maria Simões possui boa experiência política e já começou se organizar para a campanha. Ela tem visitado amigos, familiares e aliados políticos para conversar e falar de suas propostas. Há quem diga que a ex-vereadora terá expressiva votação em Cacoal, visto que ela tem grande capacidade de articulação e se movimenta muito bem nos bastidores. Além de Maria Simões, o presidente da Câmara de Cacoal, João Picheck também já foi aprovado na convenção do seu partido e se prepara para a disputa. Robão da Central do Boi também está entre os nomes que disputam a eleição para federal por Cacoal. Atualmente a deputada Jaqueline Cassol é quem exerce mandato e tem domicílio eleitoral em Cacoal. Entretanto, ela anunciou em suas redes sociais que pretende disputar a vaga para o Senado Federal. Isto significa que Cacoal poderá ter na disputa apenas pessoas que ainda não exerceram o mandato.

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS

Além dos nomes já citados, ainda podem concorrer ao cargo de deputado federal pelo município de Cacoal o policial militar Paulo Rosa; o vereador Paulinho do Cinema, a esposa do prefeito Adailton Fúria e o advogado e jornalista Lúcio Lacerda. Eles aguardam a realização das respectivas convenções para colocarem seus nomes em votação. Há, ainda, outros nomes que também possuem domicílio eleitoral em Cacoal e que desejam entrar na disputa para deputado federal. Neste caso, eles devem participar das convenções de seus partidos que possuem prazo até 05 de agosto para fazer a escolhas oficial dos candidatos. Além dos nomes já citados e da possibilidade de surgirem outros nomes de Cacoal, diversos outros candidatos à Câmara dos Deputados contam com boas votações no município. É o caso, por exemplo, de Sílvia Cristina, Lúcio Mosquini, Expedito Neto e vários outros que possuem fortes relações de amizade ou relações políticas com pessoas da Capital do Café. A tendência é que a disputa para deputado federal em Cacoal seja mais acirrada do que para a Assembleia Legislativa, porque o número de candidaturas sugere uma disputa muito apertada. O leitor imagina o resultado final com tantos candidatos de Cacoal? O município não terá representante no Congresso Nacional…

ANALISTAS DE BOTECO

Sempre que ocorrem eleições municipais ou estaduais, é muito comum o surgimento de centenas de analistas políticos de todos os gêneros. Eles surgem para dizer quem tem chances ou quem não tem de ser eleito para os cargos em disputa. Logicamente que na maioria das vezes tudo não passa de delírios, porque é muito difícil imaginar que pessoas que nunca acompanharam eleições conseguem saber os destinos de candidatos que não conhecem. Esses são os analistas de boteco ou de ponta de esquina. No caso de alguns deles, emitem opiniões sobre candidatos de municípios onde nunca estiveram, como se fossem realmente amigos íntimos dos candidatos. É muito curioso ouvir pessoas que nunca saíram de Cacoal dizendo que candidatos de Vilhena, Porto-Velho, Guajará-Mirim ou de outros municípios não têm chance de serem eleitos. Todos os candidatos que tiverem o registro de candidatura deferido pela Justiça Eleitoral possuem chances de serem eleitos e somente com a apuração dos votos é possível dizer outra coisa. É evidente que existem políticos com mais visibilidade e com estrutura de campanha milionária, mas isto não significa que somente eles possuem chances. Nas eleições de 2018, esses mesmos analistas de boteco jamais tinham ouvido falar em quase metade dos deputados estaduais eleitos, mesmo caso de quem disputou a Câmara Federal.

EXPEDITO JUNIOR

O grupo liderado pelo ex-senador Expedito Junior (PSD) marcou a convenção para o próximo dia 04 de agosto, em Rolim de Moura. A convenção do PSD é muito esperada por diversos partidos, porque muita gente quer saber qual será a posição adotada pelo ex-senador Expedito Junior. Durante todos os meses que antecedem a convenção do partido, ele conversou com o grupo liderado pelo governador Marcos Rocha, com o grupo do ex-senador Ivo Cassol, com o grupo do senador Marcos Rogério e com a frente de esquerda, hoje liderada pelo ex-governador Daniel Pereira. Além disso, Expedito Junior chegou a anunciar que o prefeito de Cacoal poderia ser o candidato a governador do PSD. Após quase um ano circulando em todas as forças políticas do estado, buscando ser o candidato a senador de vários grupos, espera-se que Expedito Junior finalmente se manifeste na convenção do seu partido e diga em que grupo pretende ficar para disputar ou não as eleições. Mas não podemos afirmar que a convenção do PSD ocorrendo dia 04 a situação do partido estará esclarecida, porque os partidos terão até o dia 15 de agosto para solicitar o pedido de registro de candidatura. Até lá, muitas coisas podem mudar.

LOCAIS DE VOTAÇÃO

O Cartório Eleitoral de Cacoal divulgou esta semana a lista com todos os locais de votação para o pleito desse ano. A lista oficial também poderá ser acessada pela internet após o dia 03 de agosto. Esse trabalho é muito importante, para que todos os eleitores tenham condições de saber com dois meses de antecipação os locais onde votarão. As pessoas precisam ficar atentas porque conhecer o local de votação antes do dia da eleição facilita a vida das pessoas e evita que tenham transtornos desnecessários. É necessário esclarecer aos eleitores que pode ter ocorrido alguma mudança do local em que eles votaram em 2018. Muitas vezes, por razões técnicas ou logísticas, é necessária a mudança de lugar de alguma seção, para garantir maior celeridade aos trabalhos. A Justiça Eleitoral tem trabalhado com muita dedicação para que as eleições ocorram sem nenhum transtorno, como é tradição no estado. Os eleitores que precisam tirar alguma dúvida podem fazer isto no portal do Tribunal Superior Eleitoral ou do Tribunal Regional Eleitoral. Nesses portais há muitas informações importantes sobre a eleição e sobre as regras da eleição para o dia da votação.

ASSÉDIO MORAL

A relação entre o prefeito Adailton Fúria e os servidores municipais parece não ter aquela harmonia que muitas pessoas costumavam falar um mês depois da posse do prefeito. Atualmente é comum ouvir servidores reclamando de serem perseguidos, pressionados, intimidados por pessoas da cúpula da administração e pelo próprio prefeito. Esta semana, uma professora da rede municipal de ensino de Cacoal procurou a Delegacia de Polícia e registrou um Boletim de Ocorrência contra o prefeito. Segundo ela, Adailton Fúria fez diversas ameaças de demiti-la do serviço público e sugeriu que a professora teria procurado o Ministério Público para denunciar possíveis atos de campanha eleitoral antecipada praticada pelo prefeito em favor de candidatos da administração. A história aconteceu quando o prefeito esteve em uma reunião de pais na escola José Mauro de Vasconcelos acompanhado do vice-prefeito e de sua esposa que devem disputar as eleições deste ano. No local da reunião, havia mais de cinquenta pais e mães de alunos e muitas dessas pessoas confirmam que foram feitos discursos de campanha eleitoral publicamente. O que não dá para entender é por que o prefeito escolheu justamente o dia da realização de um curso de formação de professores para tirar satisfação com uma servidora, sem saber sequer quem fez a denúncia.

SINDICATO DO PREFEITO

O Sindicato dos Servidores Municipais de Cacoal (SINSEMUC), que possui obrigações legais de defender seus filiados, publicou um documento, chamado “Nota de Esclarecimento” em que diz que o prefeito tem poder para abrir processo administrativo contra a servidora e que o papel do sindicato será acompanhar o processo. A conduta do sindicato é muito estranha, porque não é normal ver um sindicato abrir mão da atribuição de cuidar de seus filiados para ficar do lado dos patrões. A nota do sindicato é uma clara tentativa de intimidar a servidora e dizer que ela deve se calar diante das ameaças que alega ter recebido. O SINSEMUC teria atitude muito mais nobre e inteligente, se procurasse o Ministério Público para saber a verdade dos fatos. Entretanto, o sindicato preferiu advogar para a administração e deixar a servidora falando sozinha. Por causa desse tipo de situação muitas pessoas acabam se desfiliando dos sindicatos. Não existe nenhuma razão para o prefeito acusar as pessoas de terem feito denúncias. Vários vereadores usaram a tribuna da Câmara de Cacoal para denunciar esta reunião. Além disso, pelo menos oito ou dez pessoas que estavam no local afirmam que a reunião era para a entrega de boletins dos alunos, mas se transformou em um comício liderado pelo prefeito.

 

BANCO DE SANGUE

Neste sábado, o HEMERON fez mais uma vez uma campanha para coleta de sangue no município de Cacoal. As pessoas interessadas em praticar este ato de amor ao próximo que não compareceram  à igreja Adventista, localizada ao lado da Praça da Prefeitura de Cacoal, é muito importante que os doadores contribuam em outras datas com o HEMERON porque a doação de sangue é uma coisa que representa o amor pela vida de outras pessoas. Aquelas pessoas que têm interesse em serem doadoras também estão convidadas, porque é possível fazer os testes e saber se a pessoa está apta para a doação. Importante lembrar que doadores de sangue possuem diversos direitos previstos em lei para serem beneficiados em muitas situações. Além da campanha deste sábado e outras que virão, as pessoas podem procurar o HEMERON de Cacoal e doar sangue todos os dias, porque há diariamente pessoas necessitando deste liquido da vida. DOAR SANGUE É UM ATO DE AMOR !!!

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp