Cacoal/RO, 14 de junho de 2024 – 05:57
Search
Anuncie aqui
Search
14 de junho de 2024 – 05:57

Ações de educação sanitária e fiscalização de animais fortalecem setor produtivo na 11ª Rondônia Rural Show

Anuncie aqui

Neste ano, tanto para leilões quanto para exposições, foram recepcionados 150 bovinos, 47 ovinos, 16 caprinos, sete equinos, três muares, um asinino, 31 rãs, 2.985 peixes e 20 porquinhos da índia

 

 

As ações da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) dentro da 11ª Rondônia Rural Show Internacional, além de beneficiar o setor produtivo, ajudaram a impulsionar a maior feira tecnológica da região Norte, cooperando para promoção da economia através de negócios gerados, no setor agropecuário. Durante todo o evento, profissionais da Idaron atuaram na recepção e fiscalização dos animais, promovendo dinâmicas educativas e oficinas técnicas para estudantes e produtores rurais.

Dentro do Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná, os trabalhos da Agência começaram cinco dias antes do início da feira, com a recepção dos animais e organização do estande para realização de oficinas técnicas e demais ações de educação sanitária. Neste ano, tanto para leilões quanto para exposições, foram recepcionados 150 bovinos, 47 ovinos, 16 caprinos, sete equinos, três muares, um asinino, 31 rãs, 2.985 peixes e 20 porquinhos da Índia.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a atuação das secretarias envolvidas na feira resumem o esforço do governo do Estado para o engrandecimento e maior valorização da agropecuária em Rondônia.

Genética de ovinos foi um dos destaques da Rondônia Rural Show

O presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha destacou que, todo planejamento e realização da feira conta com o apoio da Agência, visto que, o órgão é diretamente responsável pela recepção de todos os animais e inspeção dos produtos expostos pelos produtores rurais.

Segundo o diretor executivo da Idaron, Licério Corrêa Magalhães, para todos os animais foram exigidos a Guia de Trânsito Animal (GTA) e exames que certificam a sanidade deles. “Para os bovinos foram requeridos exames de brucelose e tuberculose. Aos ovinos e caprinos foi preciso a apresentação de atestado negativo de epididimite. Para equinos, muares e asininos; o exame de Anemia Infecciosa Equina (AIE), aos peixes e rãs não foram necessários exames, apenas GTA. Já aos roedores, porquinhos da Índia, exigiu-se atestado clínico do médico veterinário”, explicou.

Um dos pontos altos da feira tecnológica, que chamou atenção dos visitantes, foi o nascimento de um bezerro de uma mini vaca Jersey Holanda, para o qual a Idaron emitiu uma GTA.

Oficina Técnica para estudantes e produtores rurais sobre uso de drones na agricultura

OFICINAS

A programação da Idaron contou também, com nove oficinas técnicas:

  • Duas sobre ‘Brucelose’, com a médica veterinária, Caroline Castro Batista, de Porto Velho;
  • Duas sobre ‘Drone Agrícola’, ministrada pelo agrônomo, Cleto Simão de Souza, de Cacoal;
  • Duas sobre ‘Raiva Bovina’, proferidas pelo médico veterinário, Bruno Araújo de Pinho, de Ji-Paraná;
  • Duas sobre ‘Rastreabilidade no Transporte Animal’, com palestra do médico veterinário, Marcelo Almeida Brunow Freitas, de Buritis;
  • Uma sobre ‘Monilíase’, com o agrônomo, Luiz Emilio Vicentini Alves, de Ouro Preto do Oeste.

Conforme a coordenadora de Educação Sanitária, Rachel Barbosa, para permitir a participação do máximo de pessoas, a Idaron disponibilizou link para inscrição online. “Além de ter acesso a conhecimento relacionado a questões atuais e importantes ao agronegócio, todos os participantes receberão, em seus e-mails (os que foram cadastrados durante a inscrição), certificados das oficinas que participaram”, frisou.

Fórum Rondoniense para Manutenção da Zona Livre de Aftosa sem Vacinação atraiu centenas de pessoas

FÓRUM

No terceiro dia da 11ª Rondônia Rural Show Internacional, a Agência realizou o 6º Fórum Rondoniense para Manutenção da Zona Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação, um evento de extrema importância para pecuária, com exposições temáticas, debates, mesa redonda e entrega de material técnico educativo.

Na abertura da programação, o presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres, destacou a conquista do status sanitário de livre de Febre Aftosa sem vacinação, e convidou o setor produtivo a continuar reforçando as ações de iniciativa da defesa agropecuária. “O Fórum Rondoniense é um compromisso assumido pelo estado, previsto no Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (Pnefa), e deve ser realizado pelo menos uma vez por ano. Como o nome já diz, trata da manutenção do status sanitário e permite uma maior aproximação da Idaron e demais secretarias de governo com o homem do campo”, evidenciou.

Minipalestra sobre Monilíase do cacaueiro para estudantes de ensino técnico

A iniciativa teve palestra por videoconferência, sobre “Rastreabilidade bovina”, com o presidente de Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, e a participação do professor, consultor do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para o Programa de Vigilância Baseada em Risco (PVBR/Aftosa), Luis Gustavo Corbellini, que falou sobre “Biosseguridade”. Ao final foi realizada mesa redonda para discussão, esclarecimentos e perguntas aos palestrantes.

DINÂMICAS

Outro destaque na feira tecnológica, foram as dinâmicas realizadas no estande da Idaron, como realização de jogos educativos e minipalestras sobre diversas pragas e doenças, com instrução sobre os meios de prevenção e combate.

Durante toda programação, a equipe da Idaron distribuiu ainda, material técnico didático e personalizados aos participantes, tais como, chapéus, guarda-chuvas, relógios de parede, agendas, canetas, blocos de anotações, bottons, chaveiros e porta-chaves.

CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS DA RONDÔNIA RURAL SHOW INTERNACIONAL 2024

1º Dia do evento

2º Dia do evento – Parte II – Parte III

3º Dia do evento

4º Dia do evento

5º Dia do evento – Parte II – Parte III

 

Fonte
Texto: Toni Francis
Fotos: Idaron e Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp