Cacoal/RO, 14 de junho de 2024 – 01:27
Search
Anuncie aqui
Search
14 de junho de 2024 – 01:27

Alunos do Programa Vencer já fazem aulas práticas no SENAI RO

Anuncie aqui

Os alunos matriculados nos cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Rondônia (SENAI-RO) oriundos do Programa Vencer já fazem aulas práticas nos laboratórios da instituição de Porto Velho (nas unidades do CEET e CETEM) e de Vilhena. O Vencer é fruto de uma parceria entre o SENAI-RO e a Secretaria de Estado de Assistência Social (SEAS), que tem por objetivo proporcionar qualificação profissional para aqueles que buscam oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

Em breve, o SENAI iniciará turmas do Vencer no município de Guajará-Mirim. Para quem ainda tem interesse, o SENAI possui vagas em seus diversos cursos. Para fazer a inscrição, basta acessar o portal do Programa Vencer. Neste endereço o candidato pode verificar a totalidade dos cursos disponíveis. Estão aptos os candidatos com idade mínima de 16 anos e cadastro no CadÚnico do Governo Federal.

Se o candidato ainda não está inscrito no CadÚnico, pode entrar no portal do Governo Federal, ou se tiver dificuldades de cadastro, basta ir até a um dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), órgão responsável por verificar se o interessado em se matricular no Programa Vencer preenche os requisitos, necessários. Verifique as unidades dos CRAS de Rondônia e dirija-se à mais próxima de você. Lá, o candidato receberá todas as orientações sobre o cadastramento.

Somente o SENAI-RO vai entregar ao mercado de trabalho aproximadamente seis mil profissionais, divididos em 227 turmas, abrangendo todo o Estado. Foram disponibilizados cursos nos segmentos de alimentos e bebidas, automotiva, construção civil, energia, madeira e mobiliário, metalmecânica, refrigeração e climatização, e vestuário, com duração que variam de 160 a 240 horas.

Welington Farias faz o curso de Costureiro Industrial e afirmou que ao desenvolver as práticas de costura consegue desempenhar habilidades com as mãos que desconhecia e exercitar a paciência, “pois a costura se tem que trabalhar com detalhes”, disse. Fagner de Souza está na turma de Mecânico de Motocicleta e ponderou que o curso dá uma oportunidade de aprender toda a dinâmica de manutenção e assim que concluir tem o objetivo empreender nesse ramo do comércio.

Márcio Leão que se matriculou para se qualificar como mecânico de máquinas de refrigeração e climatização e também quer seguir no ramo do empreendedorismo e ter seu próprio negócio. Ele elogiou a estrutura do SENAI e recomenda os cursos por ter credibilidade em todo o Brasil. Breno de Lima optou pela formação em madeira e móveis planejados por entender que é um mercado promissor para o empreendedorismo. “É um curso muito bom, estou aprendendo diversas técnicas para no futuro abrir uma empresa de marcenaria”, pontuou.

(Imprensa/FIERO)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp