Anuncie aqui
Anuncie aqui

CACOAL: OS BOMBEIROS, AS AMBULÂNCIAS E OS DISCURSOS VAZIOS…

A população de Cacoal, e de qualquer outro município brasileiro, sabe que, entre todas as instituições públicas do país, a mais querida, a mais respeitada, a de maior credibilidade é o Corpo de Bombeiros. E este nível de confiabilidade não acontece por mero acaso. Os militares do Corpo de Bombeiros fazem realmente um trabalho brilhante e salvam muitas vidas. Apesar de toda essa dedicação, a situação desta instituição é muito difícil em Rondônia. No caso de Cacoal, o problema está no descaso com que o governo tem tratado os bombeiros na Capital do Café…
A história de salvar vidas dos bombeiros acontece nas praias do litoral brasileiro; nos edifícios das grandes cidades; nas favelas; nas rodovias do Brasil; nos rios; nas florestas; nas residências em pequenas e grandes cidades; e nas ruas e avenidas, além de muitos outros lugares nos quais eles precisam atuar. Muitas vezes, os bombeiros perdem a vida, tentando salvar outras vidas, entretanto eles nunca desistem de fazer tudo com muito amor e com muita eficiência. Até mesmo nos lugares dominados pelo crime organizado os bombeiros são respeitados e tratados com todo carinho…
Em Cacoal, porém, a situação do Corpo de Bombeiros não tem sido fácil, porque o governo de Rondônia não oferece as condições para que eles possam desempenhar o trabalho com a qualidade que é marca da instituição. Nos últimos dias, ficou constatado que os bombeiros estavam trabalhando sem nenhuma ambulância, pois a única que existe no batalhão de Cacoal estava quebrada, em uma oficina, e sem data certa para voltar a funcionar. Esta situação não pode acontecer em uma cidade como Cacoal. Um batalhão como é o de Cacoal não pode ter somente uma ambulância, porque existem muitos acidentes na cidade, porque a população é de cerca de 100 mil habitantes e porque os bombeiros de Cacoal também atuam em Ministro Andreazza, quando são chamados. É uma vergonha um município que tem dois deputados estaduais, deputados estes do grupo do governador, e que uma instituição tão importante como o Corpo de Bombeiros seja tratada com tanto descaso. É vergonhoso lembrar que o governador de Rondônia teve 73% dos votos de Cacoal. Os cacoalenses e o trabalho dos bombeiros merecem respeito…
Com as fortes chuvas que passaram a cair em Cacoal, e pela incontável quantidade de buracos que existem em muitas ruas e avenidas da cidade, é muito provável que o volume de ocorrências tenha um aumento considerável no mês de março. Com o feriadão de carnaval, é possível que o número de acidentes aumente na cidade. Se estas previsões se confirmarem, o Corpo de Bombeiros certamente terá muito trabalho e o uso de ambulância será indispensável. Não é possível que os bombeiros atendam a população a pé! Não é possível que o governo brinque com a vida das pessoas! Não é admissível que faltem equipamentos imprescindíveis ao trabalho de salvamento de vidas…
O problema não para por aí! A falta de ambulância não é somente no Corpo de Bombeiros. O Hospital de Urgência e Emergência de Cacoal enfrenta a mesma situação. Embora os servidores da unidade trabalhem com muito amor e dedicação, o hospital não possui ambulância e as pessoas que precisam ser transportadas para o HEURO ou de lá para o Hospital Regional enfrentam grandes problemas. O governador fala que vai resolver, os deputados de Cacoal falam que já resolveram, os aliados do governo falam que está tudo sob controle… Assim, tudo tem ficado apenas na conversa, desde o início de 2019, e tudo indica que vai continuar da maneira caótica que está hoje…
No início desta semana, aconteceu a primeira sessão ordinária de 2020, na Câmara de Cacoal. Nenhum dos vereadores tratou do grave problema da falta de ambulância no município; desde o início de 2017, vários vereadores falam de milhões de reais para comprar ambulâncias. Tudo ficou na conversa!!! Há três anos, o vereador Paulinho do Cinema cobra da administração uma ambulância e um posto policial no Riozinho, mas ele não foi ouvido, até este momento. Até os dois filósofos da honestidade sabem que a falta de ambulância prejudica o trabalho dos bombeiros e pode provocar óbitos na cidade, mas as autoridades estaduais e municipais preferem pensar que é possível salvar vidas com discursos vazios… Tenho dito!!!

Por: FRANCISCO XAVIER GOMES – Professor da Rede Estadual e Articulista

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp