Cacoal/RO, 28 de fevereiro de 2024 – 07:53
Search
Search
28 de fevereiro de 2024 – 07:53

CBF envia ofício de apoio à FFER

 Diretor de governança da CBF reitera o repúdio por tentativa de interferência externa na FFER

A CBF entrou em campo para deixar claro as regras e normas que regem o futebol profissional do Brasil. A diretoria de Governança e Conformidade encaminhou a FFER e aos clubes um ofício deixando claro que os ritos estatuários das federações, CBF, Conmebol e FIFA devem ser rigorosamente respeitado por todos os clubes filiados. O ofício inicia com os cumprimentos ao presidente Heitor Costa, “esperamos que esta carta o encontre bem e, cumprimentando-o respeitosamente, servimo-nos do presente ofício para manifestar o apoio da CBF ao trabalho que vem sendo realizado pela FFER, sob a gestão de V. Sa., Presidente legitimamente eleito por livre manifestação de vontade dos membros da Assembleia Geral da Federação”. A manifestação da CBF acontece após o Clube Real Ariquemes ter desrespeitado recentemente os ritos estatuários das entidades do futebol profissional ao tentar uma interferência de forma externa por meio da justiça comum. 

No documento o diretor de Governança Hélio Menezes cita trechos do Estatuto e da Legislação das entidades integrantes do Sistema Internacional do
Futebol, que devem ser preservados a sua autonomia privada, descartando qualquer tipo de interferência externa que viole as disposições do Estatuto da CBF, CONMEBOL
e da FIFA. (Leia o documento na íntegra)

 A CBF reforça que o ingresso com ação na justiça comum contra a entidade, atenta contra as decisões autônomas e soberanas de sua Assembleia Geral e tentando impor interferência externa em sua gestão, poderá ser imediatamente desligado das competições promovidas pelas entidade (FFER/CBF/Conmebol/FIFA) que regem o futebol profissional. A FFER deve convocar nos próximos dias uma assembleia pra reforçar as determinações aos clubes. Enquanto isso está sendo analisado as punições ao Clube Real Ariquemes.

Fonte: FFER

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp