Cacoal/RO, 13 de junho de 2024 – 01:08
Search
Search
13 de junho de 2024 – 01:08

Coluna do Xavier – CACOAL: A PIROTECNIA, O CORUJÃO E A SAÚDE SOBRE RODAS …

A realização da Rondônia Rural Show, esta semana, abriu uma intensa discussão sobre a situação das pessoas que enfrentam algum problema de saúde em Cacoal e necessitam de tratamento ou atendimento especializado. Isto porque o prefeito de Nossa Urbe Obediana determinou aos seus subordinados que o ônibus comprado para transportar pacientes fosse colocado em exposição na feira, realizada pelo governo de Rondônia, na cidade de Ji-Paraná. Essa patacoada gerou as mais diferentes reações nas pessoas que costumam opinar sobre política nas redes sociais. Neste cenário, há diversos aspectos que precisam ser analisados e sobre os quais a população precisa refletir, porque o número de contradições é enésimo, e não se pode fazer declarações, sem a devida avaliação acerca dos detalhes que envolvem a compra do ônibus, a propaganda eleitoral antecipada, as responsabilidades, as omissões, o ilusionismo e diversos outros fatores que são obrigatoriamente necessários para a análise detida dos fatos. Todo esse frisson possui razões que têm sido ignoradas, mas são determinantes para o entendimento sereno da situação…

Inicialmente, cabe esclarecer que as contradições políticas são visíveis e não afetam somente o alcaide obediano, porque é da Câmara Municipal a principal responsabilidade de adotar as medidas cabíveis sobre a utilização e fiscalização de recursos públicos, bem como as ações que efetivamente representam o interesse público. O prefeito de Cacoal é um político adepto da pirotecnia, e todo mundo sabe disso. A história das azeitonas é prova cabal do fato. Entretanto, especificamente no caso desse ônibus, comprado para “fazer saúde de qualidade”, não há como afirmar que o prefeito deve ser criticado sozinho. A maior lambança, nesse caso, foi cometida pela Câmara de Cacoal. Importante destacar que foi um excremento que contou o voto e apoio de 12 vereadores, porque os vereadores sabiam da história da compra desse ônibus, desde o ano passado e sabiam que isso tinha a aprovação de todos eles. Quem decidiu que o melhor negócio a fazer com os recursos era comprar o ônibus foram os 12 vereadores. E eles precisam ter maturidade para assumir isso. Na cabeça dos vereadores, do prefeito, da secretária de saúde e dos membros do Conselho Municipal de Saúde, comprar um ônibus, pintar bem colorido, colocar as pessoas que precisam de atendimento médico e mandar para Vilhena, Ouro Preto, Ariquemes e Porto-Velho era a solução perfeita. Foi uma decisão absolutamente equivocada e voltada à pirotecnia. Isso está claro. Esse ônibus foi comprado no ano passado, embora muitas pessoas não saibam…

Os inocentes que hoje brigam nas redes sociais não sabem que a Câmara Municipal concordou plenamente com a ideia, que o Conselho Municipal de Saúde de Cacoal é um órgão completamente omisso e que não é a primeira vez que o prefeito de Cacoal ilude pessoas com alegorias desse tipo, sobre rodas. Existe o trenó, os veículos usados para cavalo de pau, o busão da vacina, o busão nos bairros… É um predileção do prefeito usar veículos, e algumas vezes alterar as características, para iludir as pessoas que fingem ter interesse pela cidade e pela população, mas adoram a pirotecnia, os barulho das lives e outras atividades voltadas para o pão e circo. Basta ler o Plano de Governo apresentado pelo atual prefeito, em 2020, para ver o que consta sobre a saúde. Ali está escrito que ele criaria em Cacoal o “Corujão do SUS” e que a população teria exames como ressonância magnética, mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, endoscopia, raio x digital e diversos outros tipos de exames por imagens. No mesmo item, consta que todas as unidades de saúde fariam coleta de material para exames, que os exames poderiam ser feitos inclusive à noite e que os resultados seriam enviados aos pacientes por meio eletrônico, num sistema que seria criado pelo prefeito e seu vice. Tudo ilusão!!!

Na prática, com a autorização da Câmara Municipal, omissão dos órgãos de fiscalização e aplausos dos inocentes ou incautos, tudo isso se transformou em um ônibus colorido que seria usado para levar todos os pacientes que seriam atendidos no Corujão do SUS de Cacoal para as filas intermináveis em Porto-Velho, Vilhena e outros municípios. É curioso, mas Cacoal é o polo de saúde que envia seus próprios pacientes para outras cidades. Isso tudo com o aplauso de muitas pessoas, porque o mais importante nisso não é fazer saúde de qualidade; o que interessa, mesmo, é o colorido do ônibus, a propaganda… Tanto é que a primeira missão do ônibus foi ficar exposto na Rondônia Rural Show, enquanto a prefeitura usa uma lata velha para despachar as pessoas que não são atendidas pelo Corujão do SUS. Elas que se virem em outras cidades, porque o ônibus colorido é a prioridade. E não interessa se o Hospital Materno Infantil não tem o serviço de raio x; o que interessa é fazer propaganda na Rondônia Rural Show. Questionado nas redes sociais, o prefeito declarou que vai colocar o ônibus onde ele bem quiser, até 31 de dezembro. E que ninguém duvide, porque ele vai colocar mesmo, e ainda vai contar com os aplausos dos vereadores, Conselho Municipal de Saúde, Ministério Público, Tribunal de Contas e todas as pessoas que ficaram encantadas com o ônibus colorido, ignorando que, com os mesmos recursos, seria possível fazer outras ações para impedir que tantas pessoas sejam levadas para distante de seus lares, enfrentando as filas do descaso, da desilusão, da omissão…

Finalmente, o plano de governo do alcaide prometeu fazer de Cacoal uma referência de saúde no estado. E ninguém pode negar que isto aconteceu! Cacoal é o único polo de saúde que manda os pacientes para outras cidades fazer exames básicos; é o único polo de saúde em que os vereadores precisam ir a Rolim de Moura furar a fila do SUS para fazer uma simples cirurgia de vesícula; é o único polo de saúde que tem um ônibus colorido para expor na Rondônia Rural Show; é o único polo de saúde em que o CMS se curva totalmente aos interesses da secretaria municipal de saúde; é o único polo de saúde que retira bebês recém-nascidos da maternidade para fazer exames de raio x no HEURO; é o único polo de saúde que faz saúde sobre rodas… Tenho dito!!!

FRANCISCO XAVIER GOMES

Professor da Rede Estadual e Jornalista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp