Coluna do Xavier – CACOAL: O BBB, A COPA DO MUNDO, AS ELEIÇÕES E O CARNAVAL…

 O novo ano começou e com ele todas as esperanças que a população vai depositar nas autoridades, nas empresas públicas e privadas e diversas instituições que podem trazer novos alentos aos brasileiros, após estes longos meses de gravíssima pandemia da covid-19. O Brasil não será o mesmo; Rondônia não será o mesmo e os municípios não serão os mesmos. Há muitas coisas a serem superadas! E 2022 será um ano no qual não podemos fazer previsões seguras, porque ainda não sabemos como ficará a situação sanitária do país. Na realidade, teremos vários eventos que não aconteceram no período de pandemia e que devem acontecer este ano. Isso também será um fator importante a ser avaliado, porque precisamos saber quais os efeitos serão deixados por tais eventos. Este ano teremos a Copa do Mundo, as eleições, carnaval… Isto sem falar no BBB, que mobiliza milhões de brasileiros, entre eles os cacoalenses…

Diante do cenário que se desenha, precisamos saber como será a conduta do cacoalense, que viu a cidade viver várias restrições, médicas, sanitárias, políticas e administrativas… Após todas essas questões, certamente a população obediana deseja retomar a rotina diária em todos os meses do ano. Mas essa rotina pode ser atropelada, já na segunda quinzena do mês de janeiro, quando começa o BBB.  Neste caso, não há aparentes riscos de contaminação pela covid-19, porque o BBB acontece na telinha da TV. Todavia, milhões de brasileiros param tudo e se dedicam totalmente ao programa, apesar de ter um conteúdo geralmente medíocre. Sabem aquelas pessoas que estão, há décadas, falando mal da Rede Globo? Praticamente todas ficam ligadas dia e noite no BBB; e quando tem alguma votação para eliminar um dos participantes, essas pessoas costumam participar com muita determinação… Menos mal, porque o BBB é algo remoto e não permite aglomerações; permite apenas divagações…

Logo depois do BBB, vem o carnaval, mas tudo indica que este ano as festas momescas ainda serão muito tímidas. Nem mesmo as cidades que possuem sólidas tradições, em relação ao Rei Momo, estão dispostas a arriscar. As novas cepas da covid-19 e a forte gripe que está levando ao leito de hospital milhares de pessoas certamente não serão subestimadas pelos foliões, mesmo nos casos dos mais dedicados devotos da folia de momo. Os casos de aglomerações praticados em nome do fim da pandemia já resultaram em prejuízos muito grandes. O número de mortes voltou a crescer, os hospitais voltaram a ficar lotados e o surgimento de novas cepas indica o avanço da doença. Todas as pessoas que abrirem mão das medidas de proteção para brincar o carnaval podem se arrepender muito dos resultados…

O melhor caminho para quem deseja realmente um ano sem problemas talvez seja esperar a Copa do Mundo e torcer para nossa seleção pela televisão. Obviamente que existe a possibilidade de haver uma grande frustração, porque o time brasileiro precisa melhorar muito para ficar entre as quatro melhores seleções da competição. No meu caso, como não acredito muito nessa seleção de jogadores bolsominions, se o Brasil não repetir a derrota que sofreu para a Alemanha no Mineirão, já considero um excelente resultado. Ainda não sabemos se a nossa seleção vai enfrentar a Alemanha, mas a verdade é que não dá para apostar muito num time em que a principal estrela é Neymar. Meu leitor poderá contestar as opiniões que registro neste texto, principalmente sobre futebol, visto que não é meu forte, mas até mesmo o torcedor desligado sabe que Neymar e cia não inspiram confiança. Ganhar a Copa América de um monte de argentinos embriagados é muito diferente de ganhar uma Copa do Mundo…

E se a copa acabar antes para o time brasileiro?? Nenhum problema!!! Não faltarão emoções este ano!! Se o frágil time verde e amarelo cair, vamos nos preparar para as eleições de outubro, quando os brasileiros irão às urnas, num momento muito delicado, mas com muita emoção. Aliás, tudo indica que as eleições este ano darão muito mais emoção do que o futebol, o carnaval e a Copa do Mundo. Pelo clima que se verifica nas redes sociais, teremos uma eleição com muito mais baixaria do que o BBB, porque os extremismos indicam que o carnaval pode até ser cancelado nas grandes avenidas do Brasil, mas estará muito vivo nos comitês e reuniões partidárias… Tenho dito!!!!

FRANCISCO XAVIER GOMES – Professor da Rede Estadual e Articulista

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp