Cacoal/RO, 21 de junho de 2024 – 04:32
Search
Anuncie aqui
Search
21 de junho de 2024 – 04:32

Deputado Ezequiel Neiva agradece ao governador Marcos Rocha pela estadualização da Linha 7, em Cacoal

Anuncie aqui

Reivindicação antiga da população de Cacoal, a Linha 7 agora é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER). A afirmação partiu do diretor-geral do DER, Eder Fernandes, ao deputado Ezequiel Neiva, que realizou investimentos por meio de emendas parlamentares visando à melhoria da estrada e também solicitou a estadualização da linha ao governador Marcos Rocha.

O diretor do DER explicou que o Governo está assumindo 38 quilômetros da Linha 7, no trecho dentro de Cacoal até o limite com o município de Ministro Andreazza. “O governador sempre fala da parceria com os deputados, com os municípios, e quem ganha é a população”, acrescentou.

Ezequiel Neiva disse que por várias vezes solicitou ao DER que assumisse a Linha 7. “É uma estrada com alto fluxo de trânsito vindo de outras linhas. É uma importante via para o escoamento da produção agropecuária e para o transporte escolar”, destacou o deputado ao agradecer o governador Marcos Rocha por atender ao pedido para que o DER assumisse a Linha 7.

De acordo com o deputado, a Linha 7 deve receber uma série de melhorias, vez que está sendo assumida pelo Governo. “Aos poucos o DER poderá realizar os trabalhos de eliminação de curvas perigosas, cortes de morros elevados, retiradas de pedras do eixo da pista e substituir as pontes velhas de madeira por tubos armcos ou galerias de concreto.

Tubos armcos instalados

Para a melhoria da Linha 7, o deputado Ezequiel Neiva destinou tubos armcos com diâmetro de 4,6 metros, com 14 metros de cumprimento, para eliminar as pontes velhas de madeira sobre os rios Do Ouro e Pirarara. Disse que os tubos metálicos foram solicitados pelo Paulinho Aquino,  liderança no município. “Eram dois locais que sofriam com alagamentos no período das chuvas. As pontes eram antigas e precisam de manutenção constantemente. A instalação dos tubos resolveu o problema”, observou Neiva.

Assessoria

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp