Cacoal/RO, 21 de junho de 2024 – 03:03
Search
Anuncie aqui
Search
21 de junho de 2024 – 03:03

Flamengo atropela o Vasco e aplica a sua maior goleada na história do clássico

Anuncie aqui

Rubro-Negro domina do início ao fim, aproveita fragilidade e expulsão do adversário e assume a liderança do Brasileirão

 

 

  • O jogo

    O Flamengo e seus torcedores vivenciaram um dia histórico. A goleada por 6 a 1 sobre o Vasco, neste domingo, é a maior do clube nos 101 anos do clássico. Dominante do início ao fim e se aproveitando da fragilidade do adversário, o baile foi regido principalmente pela dupla formada por Everton Cebolinha e Arrascaeta, que colecionaram gols e assistências no Maracanã. O pesadelo do Vasco também é um choque de realidade para o técnico Álvaro Pacheco, que estreou no comando da equipe com um resultado extremamente negativo. Ainda deu tempo de Gabigol ressurgir e deixar a sua marca para fechar o placar.

  • Maior goleada da história

    O resultado de 6 a 1 deste domingo é a maior goleada já registrada pelo Flamengo na história do clássico. Mas não é a maior geral: o recorde segue pertencendo ao Vasco, que venceu o adversário por 7 a 0, em 1931. Anteriormente, o maior placar do Rubro-Negro era de 6 a 2, em 1931. Em Brasileiros, o Flamengo agora é dono da maior goleada da história do confronto, superando os 5 a 1 do Vasco em 2001.

    Vasco 1 x 6 FlamengoVasco 1 x 6 Flamengo (Foto: André Durão)
  • Gabigol entre vaias e aplausos

    Gabigol teve um domingo intenso. De volta aos gramados pelo Flamengo após polêmica ao aparecer em foto com a camisa do Corinthians, o atacante foi hostilizado pela torcida ao entrar em campo. Minutos depois, fez o sexto gol de goleada por 6 a 1 e ouviu gritos de “Gabigol voltou”. Por fim, o jogador se declarou ao Rubro-Negro e reforçou o desejo de seguir defendendo a camisa do clube.

    — Todo mundo sabe do meu amor pelo Flamengo, todo mundo sabe o quanto eu amo jogar aqui, o quanto eu amo jogar para essa torcida. Eu jogo no Flamengo, eu me identifico com o Flamengo. A questão para mim é essa. Eu amo jogar no Flamengo, eu amo morar no Rio de Janeiro, eu espero ficar aqui por muito tempo — disse.

    Gabigol fala sobre polêmicas e relação com o Flamengo: "Muita gente quer estragar a relação"
    Gabigol fala sobre polêmicas e relação com o Flamengo: “Muita gente quer estragar a relação”

     

  • Estreia para esquecer

    O clássico contra o Flamengo marcou a estreia (para esquecer) do técnico Álvaro Pacheco no comando do Vasco. O português tem muito a lamentar e corrigir, principalmente no que diz respeito à sua defesa: além de sofrer seis gols do rival pela primeira vez em 81 anos, viu a equipe ser completamente dominada desde o meio do primeiro tempo. A infantil expulsão de João Victor também matou qualquer chance de reação.

    Álvaro Pacheco - Vasco x Flamengo
    Álvaro Pacheco – Vasco x Flamengo (Foto: André Durão)
  • Agenda e tabela

    Com a goleada, o Flamengo vai a 14 pontos e assume a liderança do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro volta a campo no dia 11, diante do Grêmio, às 20h, no Maracanã, também pelo torneio nacional.

    Já o Vasco está em 13º lugar com seis pontos, ainda pode perder posições com a conclusão da rodada, mas não entrará na zona de rebaixamento. A equipe volta a campo no próximo dia 13, quando enfrenta o Palmeiras, às 21h30, no Allianz Parque.

    Pedro comemora gol da virada em Vasco x Flamengo
    Pedro comemora gol da virada em Vasco x Flamengo (Foto: André Durão)
  • Torcedores são detidos antes do clássico

    Antes do jogo, houve diversas confusões longe do Maracanã. Cenas de violência entre torcedores de Flamengo e Vasco se propagaram na Região Metropolitana do Rio nas horas anteriores ao clássico. Segundo a PM, 25 suspeitos de participação nas confusões foram detidos. Dois deles portavam artefatos explosivos.

    Como foi o primeiro tempo?

    O Clássico dos Milhões começou, de fato, aos milhões no Maracanã. Intensidade alta do início ao fim, mas com uma troca de domínio que acabou sendo decisiva para a construção do placar. Quem começou melhor foi o Vasco, apostando no talento de Payet, na velocidade de Rayan e no poder de finalização de Vegetti.Logo na primeira finalização cruz-maltina, o argentino acertou um lindo voleio para abrir o placar. Depois, teve outras duas chances para ampliar. Não conseguiu e ainda viu o Flamengo reagir.

    Dos pés de Everton Cebolinha, vieram as melhores jogadas. O camisa 11 empatou e ainda deu uma bela assistência para Pedro, de peito, virar.Já no final, o jogo complicou de vez para o Vasco e ficou à feição para o Flamengo. Após cobrança de escanteio, Cebolinha (de novo) colocou no jeito para David Luiz acertar um belo voleio e marcar o terceiro. Para piorar ainda mais para os vascaínos, João Victor foi expulso logo antes do intervalo.

  • Como foi o segundo tempo?

    Na segunda etapa, a vantagem do Flamengo se transformou numa goleada. Poucos minutos após o retorno das equipes do vestiário, Arrascaeta recebeu um belo passe de Pedro para marcar o quarto. Bruno Henrique entrou no segundo tempo e também precisou de pouco tempo para anotar o quinto.

    Já a responsabilidade de transformar a vitória na maior do Flamengo na história do clássico coube a Gabigol. Ele foi vaiado no momento da substituição, mas também acabou aplaudido após fazer o sexto gol. Pelo lado do Vasco, pouco há o que destacar nos últimos 45 minutos.

(G1)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp