Anuncie aqui
Anuncie aqui

Frescura dos políticos de esquerda contra Jair Bolsonaro

Cada dia que passa os políticos de esquerda se tornam mais intolerantes à liberdade de expressão e mais frescos. É revoltante a hipocrisia dessa gente. Quando o esquerdista José de Abreu agride mulheres, humilhando-a apenas por ela apoiar Bolsonaro, essa cambada simplesmente silencia. Quando o líder maior da esquerda fala de mulher de grelo duro, os esquerdistas também silenciam. Lula já disse frases de botequim, as quais não falamos na Igreja ou em reuniões de negócios, mas não teve esquerdista protestando. Lula disse em várias ocasiões frases misóginas e homofóbicas e a mídia esquerdista não protestou. Agora qualquer frase que Bolsonaro diga já é motivo para um mimimi generalizado e até falarem em impeachment. É muita frescura!
Esses dias o presidente disse uma frase um tanto grosseria, é verdade, mas é claro que isso não é motivo para tanta frescura. Ao brincar sobre o furo de reportagem de uma repórter, ele abriu o flanco para ataques raivosos da esquerda hipócrita. Por que essa gente não condena o que Lula fez de pior que foi – conforme a justiça apurou – roubar os cofres da nação? Não me venham dizer que não há provas. Várias instâncias do judiciário já o condenaram. Ele não é santo, como também não são santos os políticos da direita.
A esquerda vem com essa história de que o governo de Jair Bolsonaro é antidemocrático, julgando-o apenas pelo contexto de suas palavras às vezes um tanto grosseiras, é verdade. Mas como fica a tal liberdade de expressão? As pessoas normais contam piadas, zoam dos colegas, etc. Eu, particularmente, não sou a favor das grosserias do presidente. Acho que ele é um tremendo vacilão. Poderia prestar um trabalho melhor à nação se evitasse essas frases de efeitos e esses chavões.
O fato de Bolsonaro ser grosseiro, no entanto, não quer dizer que ele não possa ser um bom governante. Lula também não era uma pessoa que se preocupava com o que dizia. Muitas vezes ele foi acusado de trabalhar no Palácio do Planalto bêbado e também de falar besteiras semelhantes às que Bolsonaro diz.
No fundo, é preciso que cada um de nós tenha bom senso para entender que os políticos são seres humanos e todos têm virtudes e defeitos. O que não dá para tolerar esse mimimi da esquerda hipócrita. Se os esquerdistas fossem todos certinhos, conservadores nos costumes, com moral ilibada, até daria para entender. Mas os próprios esquerdistas admitem que odeiam as coisas certinhas e que não estão nem aí para suas expressões seja na cultura, seja na arte. Ou seja: eles se assumem como rebeldes por natureza, prontos para infringir as regras convencionais.
Enfim, vamos parar de frescura, senhores políticos de esquerda. Está na hora de se dedicar ao que é mais importante. Essa CPMI das Fake News é uma perda de tempo e dinheiro. Não vai trazer nenhum benefício à sociedade. Desde que o mundo existe, sempre houve pessoas que usaram as mentiras e disseminaram informações que não eram tão verdadeiras. A única diferença é que agora temos as redes sociais. Temos que aprender a conviver com isso e cada um de nós filtrar o que é certo e o que é errado. Os políticos sempre fizeram campanhas cruéis contra seus oponentes. Nem o TSE conseguia fazê-los mudar de compostura. Em campanha, os concorrentes arriscam-se a ter de dar direito de resposta, mas não perdem a oportunidade de esculhambar com seu oponente.
Faz parte do jogo democrático o antagonismo entre os concorrentes, mas após a campanha, a maioria deles vão continuar interagindo entre si e participando de reuniões conjuntas.
Bolsonaro vai sobreviver a esses ataques desses políticos de esquerda e não é difícil acreditarmos que será reeleito em 2022. O político de esquerda não tem do que acusá-lo e por isso apegam-se a essas frescuras de condená-lo pelas palavras grosserias que às vezes ele profere.
Com relação àqueles que o acusam de atacar a imprensa livre, é preciso que analisemos o seguinte: Bolsonaro tem dito algumas grosserias contra a imprensa que o ataca covardemente, mas não tem demonstrado em atos atentar contra a liberdade da imprensa. Quem sempre sonhou em manipular a imprensa foi o PT, propondo inclusive a criação de um tal controle social da mídia, mas o objetivo primordial era controlar o que a imprensa poderia ser dita.
Os políticos de esquerda acusam os outros daquilo que eles querem impor à sociedade. Nos países governados por esquerdas e regimes aliados do PT na América Latina não existe liberdade de imprensa. Quando os esquerdistas avalizam e elogiam os regimes de Cuba e Venezuela como fazem eles estão mostrando suas verdadeiras garras. Se está ruim para a imprensa com Bolsonaro, estaria muito pior com o PT. Não tenhamos dúvidas disso.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp