Cacoal/RO, 18 de abril de 2024 – 13:28
Search
Search
18 de abril de 2024 – 13:28

Governador Marcos Rocha projeta alta na exportação do Tambaqui após impulsionar nova linha de produção do agronegócio

A expectativa é de que esta nova linha do agronegócio alcance patamares cada vez maiores

A estratégia do governador de Rondônia, Marcos Rocha, em fomentar nacional e internacionalmente as potencialidades do Estado nos diferentes setores tem refletido positivamente na economia rondoniense. Um forte exemplo é a piscicultura que desperta interesse do mercado internacional com proposta de impulsionar a exportação de carne do Tambaqui.

Dados organizados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) mostram que, já em 2022 Rondônia exportou 15 toneladas de pescado, o que gerou uma receita de US$80 mil.

Naquele período, a estratégia estabelecida pelo governador Marcos Rocha, foi “dobrar a aposta” e colocar a carne do Tambaqui em diversos eventos realizados no Brasil e no Exterior. O mercado gostou da novidade ofertada por Rondônia e no ano passado, o Estado registrou recorde na exportação de peixes, com mais de 580 toneladas enviadas ao mercado internacional, gerando receita de mais de UU$1.5 milhão.

Para que um projeto desta magnitude dê certo, jamais se pesca sozinho. Por isso o Estado, em parceria com o Sebrae e entidades organizacionais da piscicultura foram para os Estados Unidos da América (EUA) em diversos eventos relacionados ao setor. Foi na Seafood/Boston onde o Tambaqui de Rondônia atraiu o mercado internacional e o evento se tornou um marco para a trajetória de fortalecimento da piscicultura rondoniense.

No ano passado, a costelinha de Tambaqui faturou o prêmio Food Service, nos EUA, concorrendo com mais 83 iguarias de todo canto do mundo. Na edição deste ano, o Governador levou 80 kg de pescado e o preparo ficou a cargo do chefe de cozinha Diego Sabião. A estratégia foi um menu variado com a carne que foi apresentado aos atores internacionais do setor, garantindo ao mercado externo que a carne pode ser consumida de várias formas e além disso é produzida respeitando o meio ambiente, seguindo todas as técnicas internacionais de manejo.

Os EUA aceitaram a novidade e se tornaram o principal mercado consumidor do Tambaqui. Esse cliente tem colaborado com a boa imagem do produto mundo afora pelo rigor aplicado pelo “Tio Sam” no processo de importação de alimentos. A expectativa é de que esta nova linha do agronegócio alcance patamares cada vez maiores, se torne um pilar sólido da economia rondoniense, gerando mais postos de trabalho e desenvolvimento socioeconômico para Rondônia.A

Fonte: Rondônia Dinâmica

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp