Anuncie aqui
Anuncie aqui

Havan abre em Cacoal e revolta comerciantes locais que cumprem decretos do Governo

Havan

Apesar da maioria dos comerciantes estarem cumprindo a risca os decretos publicados pelo Governo de Rondônia, decretando estado de Calamidade Pública, devido ao coronavírus, a loja de Departamentos Havan “parece” não se enquadrar nas exigências feitas e abriu suas portas neste domingo, dia 5 de abril, mesmo dia em que o Executivo Estadual revogou o decreto inicial e ampliou o período de isolamento.

Nas redes sociais, a manifestação de comerciantes repercutiu, questionando o por quê da Havan abrir, enquanto todos os outros se mantinham cumprindo o decreto assinado por Marcos Rocha.
Conforme divulgado pelo Governo, “Cinemas, teatros, bares, clubes, academias, banhos/balneários, casas de shows e boates, deverão manter as atividades suspensas. Igualmente, os serviços privados não essenciais e o funcionamento de galerias de lojas e comércios, shopping centers, centros comerciais”.

Com a abertura da Havan neste domingo, muitos entenderam que já é hora de voltar ao trabalho, seguindo o “exemplo” de uma das maiores lojas de departamento do Brasil.

Outros já questionam o por quê da Havan não se enquadrar ao Decreto, uma vez que não se trata de uma atividade essencial, como tantas outras que seguem as recomendações.

(Da Redação – Jornal Tribuna Popular)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp