Rondônia, 22 de julho de 2024 – 19:02
Search
Anuncie aqui
Search
22 de julho de 2024 – 19:02

Lula sanciona com vetos lei que retoma DPVAT

Anuncie aqui

Cobrança do seguro está programada para começar em 2025, com o valor anual estimado entre R$ 50 e R$ 60

 

Por Jovem Pan

EDI SOUSA/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO – DPVAT havia sido extinto em 2021 pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL)

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), anunciou a sanção, com vetos, da lei que reestabelece o Seguro DPVAT, o seguro obrigatório de veículos. A medida foi publicada na edição desta sexta-feira (17). Os vetos do presidente incidiram sobre dois pontos específicos da legislação. O primeiro veto eliminou a previsão de uma multa de aproximadamente R$ 5 para os proprietários de veículos que atrasassem o pagamento do novo seguro DPVAT. O segundo veto aboliu a penalidade grave para os proprietários que não efetuassem o pagamento dessa multa. A justificativa para ambos os vetos, conforme explicado pelo presidente, é que a exigência do pagamento do seguro obrigatório para a emissão do documento do veículo já é uma medida suficiente, tornando a multa adicional desnecessária e abusiva para os donos de veículos.

Além da criação do fundo, a legislação permite que os estados participantes da arrecadação do novo seguro retenham 1% do valor arrecadado. A lei sancionada pelo presidente Lula também prevê uma abertura de R$ 15 bilhões no orçamento da União, o que representa um aspecto financeiro relevante da medida. Vale lembrar que o seguro DPVAT havia sido extinto em 2021 pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), e o fundo excedente do antigo DPVAT continuou a pagar indenizações a motoristas até novembro do ano passado.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp