Rondônia, 22 de julho de 2024 – 19:54
Search
Anuncie aqui
Search
22 de julho de 2024 – 19:54

Malas esquecidas em aeroportos agora podem ser compradas por pessoas físicas

Anuncie aqui

Empresa que realiza liquidação mundial de malas esquecidas, abre operação no Brasil. Dentro das malas pode-se encontrar: Celulares, Notebooks, Tablets e muito mais

Malas extraviadas enfileiradas para vistoria e revenda

Com o grande aumento de passageiros de 2022 para 2023 após pandemia, companhias aéreas e aeroportos estão enfrentando um salto nas taxas de extravio de bagagens. O que antes acontecia raramente, agora acontece com mais frequência, o número de malas extraviadas em 2023 ultrapassa a marca de 7,6 bagagens por 1 mil viajantes. O que significa que a cada 1 mil viajantes, 8 malas são perdidas no caminho.

Os antigos proprietários das malas, normalmente entram em contato com a companhia aérea utilizada e recebem um voucher com o valor estimado da mala perdida. A mala, por outro lado, é levada até uma vistoria para avaliar o conteúdo presente nela. Para depois ser vendida ainda fechada para seu novo dono.

Como funciona a Liquidação

Para manter o lucro e metas anuais mesmo com a taxa alta de malas extraviadas, as empresas e companhias aéreas vendem essas malas para uma companhia especializada que: Analisa o conteúdo da mala, separa as malas em categorias e vende para o público.

O comprador, por sua vez, pode escolher o que quer dentro da sua mala dentre as categorias disponíveis.  Que normalmente são: Celulares, Notebooks, Tablets, Fones de ouvido, perfumes, bolsas, sapatos, roupas, acessórios de viagem. Itens valiosos ou de marcas famosas podem ser adquiridos pela metade do preço de mercado – o único inconveniente em relação às roupas e os calçados é que as peças são únicas e por isso não há variedade de tamanhos como em uma loja comum.

Como Participar da Liquidação

Voce pode acessar o site oficial onde a Liquidação das Malas esta acontecendo clicando aqui (link oficial) a Liquidação acontece até a ultima remessa de malas se esgotar, então seja rápido e aproveite a oportunidade.

Por Anderson Alves, g7 – Brasília

(Fonte: Metrópoles)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp