Rondônia, 23 de julho de 2024 – 20:48
Search
Anuncie aqui
Search
23 de julho de 2024 – 20:48

No Mercosul, Lula diz que acordo com UE só não foi concluído por causa de contradições dos europeus

Anuncie aqui

Em reunião nesta segunda-feira (8) com os demais líderes do Mercosul em Assunção (Paraguai), o presidente defendeu, ainda, o desenvolvimento de capacidade para coletar, processar e armazenar dados na região

DANIEL DUARTE/AFP
Lula discursou em Assunção, onde é realizada a Sessão Plenária dos Presidentes dos Estados Parte do Mercosul e Estados Associados

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (8) durante reunião com os demais líderes do Mercosul em Assunção (Paraguai) que o acordo entre o bloco e a União Europeia só não saiu até agora por causa de contradições dos europeus. “Só não concluímos o Acordo com a União Europeia porque os europeus ainda não conseguiram resolver suas próprias contradições internas”, disse o petista. Lula também citou outras negociações internacionais. “Espero que neste ano possamos aprofundar o diálogo sobre um acordo abrangente com a China”, disse ele. “Nos orgulhamos de ser o primeiro país do bloco a ratificar o Acordo de Livre Comércio com a Palestina, mas não posso deixar de lamentar que isso ocorra no contexto em que o povo palestino sofre com as consequências de uma guerra totalmente irracional”, declarou o líder brasileiro.

O presidente Lula também defendeu, na reunião do Mercosul, o desenvolvimento de capacidade para coletar, processar e armazenar dados na região. “É preciso habilitar nossa região a desenvolver capacidade própria de coletar, processar e armazenar dados, insumo fundamental para avançar no desenvolvimento tecnológico e na digitalização da indústria regional”, disse o presidente brasileiro. Ele discursou em Assunção, onde é realizada a Sessão Plenária dos Presidentes dos Estados Parte do Mercosul e Estados Associados.

Fonte: Jovem Pan – Publicado por Carolina Ferreira

*Com informações do Estadão Conteúdo

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp