Rondônia, 22 de julho de 2024 – 19:56
Search
Anuncie aqui
Search
22 de julho de 2024 – 19:56

O DIA 1 DE JUNHO  NA HISTÓRIA – Início do Junho Vermelho (Doação de Sangue)

Anuncie aqui

1.6.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

 

RONDÔNIA
1919 – Realizado em Porto Velho um comício em defesa dos direitos trabalhistas, coordenado por Manoel Maia, Amadeu Maia, João Silva, João Veja e Manoel Azevedo.
1940 – Batizado “Domingos Murillo”, já está no aeroclube de Porto Velho seu novo avião. FUTEBOL: três clubes, União Esportiva, Nacional e Ypiranga, participam do campeonato de futebol em PVh.
1947 – Dependendo de autorização do governo do Território para funcionar, a nova empresa fornecedora de gado para abate, tem tudo pronto, mas não pode trabalhar.
1948 – O governador Frederico Trotta assina o decreto 83, criando a Biblioteca Pública “Raimundo Morais”, inaugurada no mesmo mês.
1983 – O deputado estadual Tomás Correia entra junto ao Judiciário estadual queixa-crime contra o governador Jorge Teixeira, pela criação, por decreto, do Tribunal de Contas do Estado.
1990 – Já aprovado, o novo PCCS do funcionalismo não pode ser aplicado, porque o governador Jerônimo Santana não mandou aos deputados a tabela de salários.
1990 – O jornal Alto Madeira inova: durante toda a Copa do Mundo da Itália, a edição diária terá 20 páginas com um boletim especial sobre o evento

HOJE É
Início do Junho Vermelho (Doação de Sangue). Dia da Imprensa. Dia Mundial dos Pais (ONU). Começa as Semana do Meio Ambiente. Dia Mundial do Leite (FAO/ONU).
Católicos celebram São Justino – mártir, São Aníbal Maria di Francia,

BRASIL
1808 — Circula o 1º jornal brasileiro o Correio Braziliense ou Armazem Literário. 1945 — Instalado, no Rio de Janeiro, o TSE, sob a presidência do ministro José Linhares. 1983 – Ato do presidente João Figueiredo cria o Conselho Nacional do Meio Ambiente.

MUNDO
1967 – Os Beatles lançam “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, o álbum número 1 de todos os tempos segundo a revista Rolling Stone. 1968 – Morre a americana Hellen Keler, cega, surda e muda, que revolucionou a educação de pessoas deficientes.

 

FOTO DO DIA

A PRÉ-MORTA ALIANÇA DEMOCRÁTICA (II)

 

1985 iniciou com uma grande expectativa: “O Teixeirão vai ficar no governo?”, “Saindo, vão nomear o Jerônimo?”, “Vamos ter eleição para prefeito da capital?”. O que ninguém especulava aconteceu: ex-cutubas e ex-peles-curtas juntos.
Em abril de 1985 PDS, PFL e PMDB formaram uma “aliança” natimorta, e indicaram o novo governador, o deputado estadual Angelo Angelin, PMDB, mas a briga pelos cargos implodiu a “aliança”.
Em 1985, depois de 42 anos (quando Mário Monteiro foi o 1º eleito desde 1926) o eleitor portovelhense escolheria o novo prefeito, já de olho em 1986 eleição do 1º governador do Estado.
Para prefeito o PDS lançou o médico José Adelino e o PFL o deputado federal Chiquilito Erse, a quem muitos acusavam de ter traído seu “pai” político, o ex-governador Teixeira.
Jerônimo Santana, PMDB, venceu prometendo tapar todos os buracos da cidade: mais de 28 mil votos, e os 5 outros candidatos 21,3 mil.
Lembram do Hardy, personagem de desenho animado que sempre repetia: “Isso não vai dar certo”?
Não deu, nem poderia dar.

 

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp