Cacoal/RO, 3 de março de 2024 – 19:18
Search
Search
3 de março de 2024 – 19:18

O DIA 18 DE JANEIRO NA HISTÓRIA – Rondônia: Terras e uma nova oportunidade de vida

18.1.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

RONDÔNIA
1920 – Sob a regência da professora Constância Pestana Pires, faz sucesso em Santo Antônio o coral municipal, formado por “senhoritas da melhor sociedade”.
1955 – O candidato à Presidência da República Juscelino Kubistchek, fica 6 horas em Porto Velho, recebido por uma multidão, à frente do governador Paulo Leal. Daqui foi para Manaus.
1976 – Com apoio do Banco do Brasil o Incra anuncia a regularização, até fim deste ano, de 9 mil lotes rurais no Território.
1981 – Reclusos da colônia penal “Ênio Pinheiro” plantam arroz, e na olaria os primeiros tijolos serão para a construção da capela, cuja padroeira é Nossa Senhora Aparecida.
1981 – Em nota, o diretor do Diário Oficial do Estado, Sebastião Sílvio da Costa Leite, informa que “por falta de material para publicação”, a circulação está suspensa.

HOJE É
Dia internacional do riso, Dia do Esteticista.
Católicos celebram a Confissão de Pedro, Santa Prisca, Santa Beatriz de Vicência, Santa Margarida da Hungria, Santo Irmão Jaime Hilário, São Volusiano de Tours.

BRASIL
2000 — Ocorre o Vazamento de cerca de 1,3 milhões de litros de óleo combustível na Baía de Guanabara.

MUNDO
1919 – Começa a Conferência de Paz que encerrou oficialmente a I Guerra Mundial. 1977 — Cientistas identificam uma bactéria desconhecida, causadora da doença dos legionários.

 

FOTO DO DIA

A HORA DO INCRA

No início da década de 1970, em plena campanha de ocupação do noroeste brasileiro, um órgão foi criado, de cujos resultados, no caso de Rondônia, talvez tenham ido além do que seus gestores, à época, poderiam imaginar.
O órgão é o Incra, que sucedeu ao Ibra, e englobou ações do Instituto Brasileiro de Reforma Agrária (Ibra), o Instituto Nacional de Desenvolvimento Agrário e o Grupo Executivo da Reforma Agrária.
E em Rondônia se instala uma espécie de “piloto”, quando criado o Projeto Integrado de Colonização “Ouro Preto”, “mãe” de todos os projetos seguintes.
Na esteira da distribuição de terras, o projeto de ocupação do solo rondoniense gerou uma janela importante para o desenvolvimento social e econômico da região, mudando inclusive conceitos sobre as terras da Amazônia e seu uso para produção de bens de consumo.
Mas, apesar de todo sucesso e benefícios que dali derivaram, inclusive o próprio Estado, o projeto Incra foi criticado, inclusive por aqueles que dele receberam terras e uma nova oportunidade de vida.
(F. Canuto (então prefeito de Ji-Paraná)) com o presidente Figueiredo e Jorge Teixeira no aeroporto jiparanaense)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp