Rondônia, 20 de julho de 2024 – 15:00
Search
Anuncie aqui
Search
20 de julho de 2024 – 15:00

O DIA 22 DE MAIO NA HISTÓRIA – MANOEL R. FERREIRA E A BR-364 (II)

Anuncie aqui

22.5.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

RONDÔNIA
1919 – Esperidião Marques (depois Guajará-Mirim) atravessa forte crise devido à queda do preço da borracha e ao novo local de entrega do produto, agora em Fortaleza do Abunã.
1921 – O coronel Prudêncio Bogea de Sá foi eleito Venerável, para o biênio 2021/2023, da Loja Maçônica União e Perseverança, de Porto Velho.
(AM – ed 418 – Pág 3)
1947 – Com boas adesões continua a campanha, coordenadas por senhoras da sociedade portovelhense, para a construir o muro e a nova capela do cemitério dos Inocentes, já apresenta boas adesões.
1954 – A partir do dia 25 passa de duas para 3 as viagens dos trens da Madeira-Mamoré para Guajará-Mirim e estações intermediárias.
1982 – Mesmo sem qualquer caso de paralisia infantil há anos, a Secretaria de Saúde inicia a vacinação, prevendo imunizar 100 mil crianças.
1983 – Boatos de demissão do prefeito Sebastião Valladares (PVh) irritam o governador Jorge Teixeira, e deputados se irritam com ele pelas indicações a votar no colégio eleitoral ano que vem. (AM – ed 14.520 – pág 1 e 3)
22 – 1990 – Um delegado da Polícia Federal e um empresário foram 2 dos 5 mortos na queda de um monomotor na pista do aeroclube de Porto Velho

HOJE É
Dia Internacional da Mãe Terra. Dia Internacional da Biodiversidade. Dia do Apicultor. Dia de Conscientização sobre a Pré-eclâmpsia. Dia da Aviação de Patrulha (FAB).
Católicos celebram Santa Rita de Cássia, Santa Júlia da Nicósia,

BRASIL
1932 – Um protesto estudantil contra o governo Vargas, em São Paulo, acaba com a morte de 4 estudantes. 1959 — Revolta das Barcas Rio-Niterói, levante popular que terminou na estatização do serviço.

MUNDO
1859 — Nasce Arthur Conan Doyle (+ 1930), criador do detetive Sherlock Holmes. 1885 – Morre o escritor Victor Hugo (n. 1802), autor de Os Miseráveis e o Corcunda de Notre Dame.

FOTO DO DIA

MANOEL R. FERREIRA E A BR-364 (II)

Em 1961 os governadores da Amazônia foram na “Caravana da Integração”, comemorando a abertura da rodovia Belém/Brasília. No encontro com o presidente Juscelino Kubistchek falou o governador do Acre, Manoel Fontenele de Castro.
Contou que uma mercadoria, do porto de Santos levava de 9 meses a um ano até Rio Branco, e enquanto ele falava JK lembrava de uma carta publicada no jornal “Gazeta”.
Era reportagem do jornalista Manoel Rodrigues Ferreira, carta de Raimundo Nonato dos Santos, morador do KM 172 da ferrovia, sobre a situação da Madeira-Mamoré, concluída com um apelo: “Diga ao presidente para ele olhar um pouco por nós”.
JK narra (*): Depois de Fontenele falou o governador de Rondônia, coronel Paulo Leal. “Enquanto ele falava eu lembrava” da carta. “Era uma necessidade a abertura para o Oeste. Quando terminou, expus meu plano”.
Ao ouvir, Paulo Leal disse: “Só acredito porque o senhor mesmo vai comandar a batalha”. Em janeiro de 1961 JK inaugurava a última grande obra de seu governo, a BR-29.
(*) Livro “Por que construí Brasília” – págs 304 a 307.
Foto: Paulo Leal e o jornalista Manoel R. Ferreira

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp