Rondônia, 19 de julho de 2024 – 06:08
Search
Anuncie aqui
Search
19 de julho de 2024 – 06:08

O DIA 26 DE JUNHO NA HISTÓRIA – O DRIBLE DE ALUIZIO NOS GRINGOS

Anuncie aqui

26.6.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

RONDÔNIA
1872 – Engenheiros e trabalhadores desembarcam em Santo Antônio, onde seria o ponto inicial da Madeira-Mamoré (18)
1919 – Com a procissão com o andor com a imagem do Sagrado Coração de Jesus, levado por “jovens senhorinhas”, foi encerrada a “kermesse”, sendo a arrecadação destinada à construção da igreja matriz de PVh.
1953 – A equipe da Divisão de Segurança e Guarda vai fiscalizar os preços de gêneros alimentícios, após denúncias de cobranças muito acima da tabela.
1982 – O presidente João Figueiredo sanciona a lei, aprovada pela Câmara Federal, criando a Universidade Federal de Rondônia.
1983 – Para o governador Jorge Teixeira as notícias de uma “limpa” no 1º escalão do governo, são geradas pelo grupo do senador Odacir Soares, vencedores da convenção regional do PDS.
1985 – Acusado por vereadores de “desmando administrativo”, o prefeito Tomás Correia (PMDB) responde: “É extorsão. O que querem é dinheiro e a prefeitura não pode atender”.
1989 – Entra em funcionamento a turbina 1 da hidrelétrica de Samuel, àquela altura ainda no município de Porto Velho.

HOJE É
Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas (ONU). Dia Internacional de Apoio às Vítimas de Tortura (ONU). Dia Nacional do Diabetes. Dia do Metrologista.
Católicos celebram Santos João e Paulo – mártires, São Josemaría Escrivá de Balaguer.

BRASIL
1862 — Império do Brasil: O Sistema Métrico Francês é adotado no país. 1969 – Circula o semanário “O Pasquim”, em 1991 suja última edição.

MUNDO
1819 – Denis Johnson (1760/1833) patenteia a 1ª bicicleta com semelhança mecânica às atuais. 2000 – Cientistas decifram o genoma humano. 1997 – Lançado o 1º livro da série Harry Potter.

 

FOTO DO DIA

O DRIBLE DE ALUIZIO NOS GRINGOS

10 de julho de 1931: pelo decreto lei nº 20.200, do presidente Getúlio Vargas, o governo brasileiro assume a administração da EFMM, nomeando o capitão Aluízio Ferreira, chefe do posto telegráfico de Santo Antônio, como diretor-geral da ferrovia.
Aluízio mandou o contingente militar do Posto das Linhas Telegráficas ocupar a estrada de ferro. “Teve passeatas, discursos e baile no clube Internacional” (*).
O historiador Esron Penha de Menezes contava o “drible” de Aluízio nos administradores estrangeiros para evitar que reativassem a ferrovia na madrugada do dia 10.
“Às 5 horas o maquinista Heron, a mando da empresa, começou a aquecer a caldeira. Apareceram 2 bêbados, passando a provocar o maquinista (avô do jornalista William Jorge Heron). Policiais levaram todos para a delegacia”.
Esron seguiu: “Só havia um delegado na cidade e os 2 bêbados com o maquinista Heron, ficaram esperando até o fim da tarde, quando o delegado apareceu – ele ficara todo o tempo na casa de Aluízio”.
(*) Yeda Pinheiro Borzacov, em “Em Memória a Aluízio Pinheiro Ferreira”

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp