Rondônia, 17 de julho de 2024 – 18:26
Search
Anuncie aqui
Search
17 de julho de 2024 – 18:26

Filmado em Rondônia: O filme “O Território” premiado em Sundance estreia no Brasil no Dia da Amazônia

Anuncie aqui

Poster do filme “O Território” de Alex Pritz

 

Vencedor de dois prêmios em Sundance este ano, filme O Território, filmado em Rondônia e com direção de Alex Pritz, terá sessões especiais em 15 cidades do Brasil no Dia da Amazônia (próxima segunda-feira). O filme, depois de passar por festivais internacionais, chega aos cinemas no próximo dia 8 de setembro. Os ingressos antecipados já estão à venda. A produção executiva é da ativista Txai Suruí.

Este filme, parcialmente filmado pelo povo Uru-Eu-Wau-Wau, vem ganhando o mundo ao mostrar as invasões às terras indígenas.
Vencedor de Sundance 2022, “O Território”, terá sessões antecipadas dia 5 de setembro em homenagem ao Dia da Amazônia, em 15 cidades do Brasil

Do diretor Alex Pritz, dos produtores indicados ao Oscar® Darren Aronofsky e Sigrid Dyekjær; filme estreia nos cinemas dia 8 de setembro

Veja o trailer aqui.

Veja o cartaz aqui.

National Geographic Documentary Films e a O2 Play anunciam que “O Território”, premiado documentário do diretor Alex Pritz, estará disponível no Dia da Amazônia, 5 de setembro, em 15 cidades brasileiras: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Macapá (AP), Manaus (AM), Distrito Federal (DF), Belo Horizonte (MG), Natal (RN), Maceió (AL), Recife (PE), Jundiaí (SP), Belém (PA), Ananindeua (PA), Marabá (PA) e Florianópolis (SC). A partir de 8 de setembro, o documentário estreia em cinemas selecionados e terá sessão especial no CineSesc, em São Paulo, no encerramento da “Mostra Amazônia – Passado, Presente e Futuro” (leia mais abaixo).

Produzido pelo cineasta indicado ao Oscar® Darren Aronofsky, pelo indicado ao Oscar® e vencedor do Emmy Sigrid Dyekjær (“A Caverna”), Will N. MillerGabriel UchidaLizzie Gillett e Pritz, com produção executiva da ativista Txai Suruí, com trilha sonora original de Katya Mihailova e edição de Carlos Rojas Felice, o filme é uma coprodução com a comunidade indígena Uru-eu-wau-wau.

Vencedor de mais de dez prêmios internacionais, Certified Fresh no Rotten Tomatoes com 95% de aprovação da crítica, “O Território”, fornece um olhar imersivo sobre a luta incansável dos povos indígenas Uru-Eu-Wau-Wau da Amazônia contra o desmatamento invasor trazido por agricultores e colonos ilegais. Com uma cinematografia inspiradora mostrando a paisagem e um design de som ricamente texturizado, o filme leva o público para dentro da comunidade Uru-Eu-Wau-Wau e oferece acesso sem precedentes aos agricultores e colonos que queimam e desmatam ilegalmente a terra indígena protegida.

Parcialmente filmado pelo povo Uru-Eu-Wau-Wau, o filme se baseia em imagens reais capturadas ao longo de três anos, enquanto a comunidade arrisca suas vidas para montar sua própria equipe de mídia na esperança de expor a verdade.

“Este filme apresenta uma realidade que precisa ser exposta. Estamos felizes com a relevância e o alcance que essa produção está adquirindo”, comenta Alex Pritz. “Em todos os lugares onde levamos ‘O Território’, todos foram impactados e se sensibilizaram pela situação que os Uru-eu-wau-wau vivenciam. Tenho certeza que, em sua estreia no Brasil, o efeito do filme será maior e mais poderoso ainda”, declara o diretor.

“Todo barulho que estamos conseguindo fazer com o filme mostra que estamos superando uma herança de apagamento e marginalização. Nós já estávamos registrando nossa vida e nosso cotidiano para nos preservar, e agora estamos fazendo estas imagens e essa história chegarem a lugares que nem imaginávamos poder alcançar”, declara Bitaté Uru-eu-wau-wau, o jovem líder do Uru-eu-wau-wau em “O Território”.

 

O filme, que teve seu lançamento mundial na competição World Cinema em Sundance 2022, ganhou o Prêmio do Público e o Prêmio Especial do Júri, tornando-o o único filme do evento a ganhar prêmios do público e do júri.

Muitos outros se seguiram, incluindo o True/False True Life Fund Recipient 2022, o CPH:DOX Special Menção do Júri, o Netherlands’ Movies That Matter Activist Documentary Award, o Seattle International Film Festival Golden Space Needle Award de Melhor Documentário, o Philadelphia Environmental Prêmio do Público do Festival de Cinema, o Prêmio Documentário John Schlesinger do Festival Internacional de Cinema de Provincetown, o Prêmio de Melhor Categoria Planeta Sustentável do Festival Internacional de Cinema de Vida Selvagem e o Prêmio Melhor do Festival, o Prêmio DocsBarcelona Anistia Internacional da Catalunha e o Prêmio MountainFilm Minds Moving Mountains.

“O Território” fornece um olhar imersivo sobre a luta incansável do povo indígena Uru-eu-wau-wau contra o desmatamento trazido por posseiros, grileiros, garimpeiros e outros invasores de terras na Amazônia brasileira.

Nas aldeias Uru-eu-wau-wau há menos de 200 pessoas, incluindo idosos e crianças, para defender quase 1.867,117 hectares de floresta tropical. Nos limites do território demarcado, uma rede de agricultores se organiza para alcançar suas reivindicações através de meios legais, enquanto grileiros começam a desmatar trechos de floresta tropical por conta própria.

Com a sobrevivência da comunidade em jogo, Bitaté Uru-eu-wau-wau e Neidinha Bandeira — um jovem líder indígena e sua mentora — devem encontrar novas maneiras de proteger a floresta tropical de invasores. Mas, em vez de depender de outros para contar sua história, os Uru-eu-wau-wau assumem o controle da narrativa e criam sua própria equipe de mídia para trazer a verdade ao mundo.

Neidinha Bandeira, ativista ambiental, toma banho em um rio na floresta amazônica

 

Confira os prêmios de “O Território”:

  • Festival Sundance de Cinema (EUA)
    • Prêmio do Público de Documentário na categoria internacional
    • Prêmio Especial do Júri de Obra Documental
  • CPH:DOX (Dinamarca)
    • Menção especial na categoria F:ACT
  • Filmes que Importam (Holanda)
    • Prêmio de Documentário Ativista
  • Festival de Cinema Ambiental da Filadélfia (EUA)
    • Prêmio do Público
  • Festival Internacional de Filmes sobre Vida Selvagem (EUA)
    • Prêmio de Melhor Filme;
    • Prêmio na categoria Melhor Planeta Sustentável.
  • Festival de Filmes True/False (EUA)
    • Prêmio na categoria Fundo da Vida Real
  • Festival Internacional de Filmes de Seattle
    • Prêmio Golden Space Needle de Melhor Documentário
  • Prêmio DocsBarcelona
    • Anistia Internacional da Catalunha
  • Prêmio MountainFilm
    • Prêmio Moving Mountains
  • Festival de Filmes de Provincetown (EUA)
    • Prêmio de Documentário John Schlesinger
  • Sheffield DocFest (UK)
    • Prêmio Tim Hetherington; Menção do Júri
  • Festival Internacional de Cine Medioambiental de Canarias (FICMEC)
    • Melhor Documentário.

Ficha Técnica

“O Território”

(Brasil/Dinamarca/Estados Unidos, 2022)

Documentário

Direção: Alex Pritz

Produção: Darren Aronofsky, Sigrid Dyekjær, Will N. Miller, Gabriel Uchida, Lizzie Gillett, Alex Pritz

Produção executiva: Carolyn Bernstein, Ari Handel, Brendan Naylor, Dylan Golden, Txai Suruí, Tejubi Uru-eu-wau-wau, Potei Uru-eu-wau-wau, Jack Weisman, Danfung Dennis, Alexandra Johnes, Rebecca Teitel, Loren Hammonds, Bryn Mooser, Kathryn Everett, Justin Lacob, Rafael Georges, Felipe Estefan, Andrew Ruhemann, Romain Bessi, Philippe Levasseur

Sound Design: Rune Klausen, Peter Albrechtsen MPSE

Trilha Sonora: Katya Mihailova

Fotografia: Alex Pritz e Tangãi Uru-Eu-Wau-Wau

Edição: Carlos Rojas Felice

83 minutos

 

Serviço

“O Território” – direção Alex Pritz

Dia da Amazônia – próxima segunda-feira, 05 de setembro

Exibições especiais (consulte a programação de sua cidade)

Pré-venda de ingressos diretamente pelo link.
Estreia dia 08/09 às 20h* no CineSesc – “Mostra Amazônia – Passado, Presente e Futuro”

*Exibição seguida de debate. Grátis. Retirada de ingresso 2h antes na bilheteria.

Rua Augusta, 2075 – São Paulo
Acompanhe a programação em Cinesesc.

 

Sobre National Geographic Documentary Films

A National Geographic Documentary Films está empenhada em trazer documentários de destaque mundial que cobrem histórias oportunas, provocativas e globalmente relevantes dos melhores documentaristas do mundo. A National Geographic Documentary Films é uma divisão da National Geographic Partners, uma joint venture entre a Disney e a National Geographic Society.

Aprofundar o conhecimento e a compreensão do mundo tem sido o objetivo central da National Geographic há 133 anos, e agora estamos comprometidos em ir mais fundo, ultrapassar fronteiras, ir mais longe para nossos consumidores… e alcançar milhões de pessoas em todo o mundo em 172 países e 43 idiomas todos os meses à medida que o fazemos. A NGP devolve 27% de seus lucros à National Geographic Society, sem fins lucrativos, para financiar trabalhos nas áreas de ciência, exploração, conservação e educação.

Para mais informações, visite NatGeoTv ou National Geographic.

 

Sobre a distribuidora O2 Play

A O2 Play é dirigida por Igor Kupstas sob a tutela de Paulo Morelli, sócio da O2 Filmes e faz parte do grupo O2, que tem como sócios também o cineasta Fernando Meirelles e a produtora Andrea Barata Ribeiro. Em atividade desde 2013, a O2 Play se diferencia das demais distribuidoras por trabalhar além de cinema, TV e vendas internacionais, o VOD (Video on Demand), licenciando conteúdo para mais de 30 plataformas digitais. Já foram mais de 50 filmes lançados em cinemas, entre títulos brasileiros premiados, como “Sócrates” e “Chorão – Marginal Alado”, e internacionais, como “O Irlandês”, “Dois Papas” e “Não Olhe Para Cima”, em parceria com a Netflix, e “Annette”, que abriu o Festival de Cannes 2021, em que ganhou a Palma de melhor direção. Mais informações em Link

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp