Cacoal/RO, 26 de fevereiro de 2024 – 19:30
Search
Search
26 de fevereiro de 2024 – 19:30

Profissionais do DR-RO participam de capacitação em eficiência energética

 

A analista educacional Luana Carine Borges de Souza e o consultor de Serviço de Tecnologia e Inovação (STI), Wilson de Carvalho, ambos do SENAI-RO, participaram, na unidade de Biotecnologia do SENAI em São Paulo, juntamente com profissionais dos demais DRs do Brasil, da capacitação em Eficiência Energética, cujo objetivo é formar consultores líderes para garantir uma redução igual ou superior a 10% de consumo energético em pelo menos uma carga alvo selecionada pelo profissional.

Luana explicou que “o Método de Consultoria, com o foco na eficiência energética, é realizada a partir de um diagnóstico do nível de maturidade que orienta a aplicação de ações principais com base no histórico de faturas, buscando uma redução de no mínimo 10% no uso final definido por ele, que deve conduzir a organização durante todo o Programa Novo Brasil Mais Produtivo, garantindo a maior absorção dos conteúdos”, disse.

De acordo com a analista de educação, participar do curso é um diferencial, pois somente os profissionais que foram capacitados e obtiveram a certificação poderão iniciar os atendimentos junto às indústrias do Novo Brasil Mais Produtivo. “O curso terá desdobramentos, porque temos metas para cumprir nos próximos três anos da duração do programa”, destacou.

Conforme Carvalho, o Novo Brasil Mais Produtivo é um programa do governo federal de apoio a micros, pequenas e médias empresas de todo o país, com a finalidade de atingir a transformação digital. “Dois programas serão usados para compor essa transformação: lean manufacturing, traduzido como Manufatura Enxuta, capaz de criar um sistema de produção organizado, eficiente e produtivo e eficiência energética, que será responsável por identificar cargas alvo dentro das empresas, com o propósito de reduzir no mínimo 10% do seu consumo energético, sem diminuir a produção”, afirmou o consultor de STI.

“Nós consultores, estaremos à frente da identificação dessas empresas em todo o estado de Rondônia, para que mediante essa capacitação no programa, possamos alcançar nacionalmente as mais de 200 mil empresas que serão atendidas em todo Brasil”, declarou Carvalho.

Segundo o gerente de Soluções em Tecnologia e Inovação (STI) do SENAI-RO, José Rafael Lopes, integrado à Nova Indústria Brasil, o Novo Brasil Mais Produtivo foi amplamente reestruturado com o objetivo de elevar a produtividade e promover a transformação digital de micros, pequenas e médias empresas brasileiras, assim como apoiar o desenvolvimento de novas tecnologias no país.

Lopes lembrou que no lançamento do programa em novembro do ano passado, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Ricardo Alban, destacou que aumentar a produtividade e acelerar a transformação digital nas nossas indústrias são medidas essenciais para o sucesso da política de neo-industrialização. O Novo Brasil Mais Produtivo representará um impulsionador do início de uma era de aumento da competitividade de micros, pequenas e médias indústrias brasileiras.

Novo Brasil Mais Produtivo

O programa agrega uma série de ações desenvolvidas por instituições estratégicas e relevantes no cenário nacional. Nessa nova fase, o programa coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), conta também com a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), que se unem à Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e ao Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) – sendo os dois últimos executores do programa e com aporte de recursos próprios.

 

Imprensa/FIERO

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp