Rondônia, 18 de julho de 2024 – 05:11
Search
Anuncie aqui
Search
18 de julho de 2024 – 05:11

Ypiranga faz 3 a 1 no Internacional com primeiro gol anotado por cacoalense

Anuncie aqui

 

Depois de duas rodadas longe do Beira-Rio, o Inter retorna a Porto Alegre para encarar o Novo Hamburgo, às 21h30min, na quarta-feira. O Ypiranga viaja até Caxias do Sul, onde enfrenta o Juventude, às 21h30min, no Alfredo Jaconi, na quinta-feira.

Para Medina, o Gauchão é o momento de testes. Na escalação em Erechim, diversas surpresas. Com Liziero ao lado de Rodrigo Dourado, Edenílson foi para a extrema direita – posição que o levou à Seleção. David foi o homem de referência no lugar de Wesley Moraes e Caio Vidal assumiu a ponta esquerda.

Dentro de campo, a partida foi intensa do início ao fim na primeira etapa. Tanto Ypiranga quanto Inter buscaram a todo o momento as ações ofensivas no Colosso da Lagoa. Na primeira chance da equipe da casa, Moisés errou a saída de bola e Luiz Felipe bateu, obrigando Daniel a fazer boa defesa. No rebote, Erick tenta, o arqueiro brilha de novo.

A resposta colorada veio aos 8 minutos. Caio Vidal recebeu dentro da área, deu um tapa para esquerda para se livrar de Marcão, que acertou o jogador. O pênalti poderia abrir o placar, mas Edson defendeu a cobrança de Edenílson. Com as duas equipes no ataque, o gol não tardou a aparecer. Erick aproveitou a vantagem e tocou para Rodrigo Carioca, que chutou em cima de Daniel. A bola voltou nos pés de Lorran, que olhou, endireitou o corpo e bateu colocado, na gaveta. Um bonito gol para abrir o placar aos 24 minutos. 1 a 0.

Um apagão geral caiu sobre o Inter na etapa complementar. Em duas falhas, o Ypiranga ampliou o placar.  Às costas de Heitor, Erick recebeu o passe de Robson. O camisa sete bateu cruzado, sem chances para Daniel. 2 a 1 logo aos cinco minutos.

O terceiro da equipe de Erechim veio exatos 60 segundos depois. Cuesta errou a saída de bola, dando oportunidade para Lucas Falcão tocar para Erick, que chutou, Daniel defendeu, mas no rebote, o autor do segundo tento deixou o terceiro: 3 a 1.

O carnaval pelo setor defensivo direito do Inter seguiu. Após mais um lançamento nas costas de Heitor, Erick saiu novamente na cara de Daniel, que foi obrigado a operar mais um milagre.Em dia nada inspirado, o lateral colorado é substituído e sai vaiado de campo.

No restante da etapa complementar, o técnico Luizinho Vieira trato de fechar a equipe. Nomes como Lorran, Luiz Felipe e o destaque Erick deixaram o campo. Coube ao Inter manter a pressão, quase que no desespero, para evitar a derrota. As partidas passam e Daniel mostra o porquê da titularidade. Sem o goleiro colorado, o estrago poderia ter sido maior na reta final. O Colorado volta de Erechim sem os três pontos e amarga um jejum de 30 anos sem vencer o Ypiranga em seus domínios.

Com a derrota, o Inter caiu para a terceira posição com sete pontos. O Ypiranga é líder com nove. (Texto e foto: Correio do Povo)

Lorran

O camisa 5 do Ypiranga, nasceu em Cacoal. É filho do Nico, ex-goleiro do União Cacoalense e neto do senhor Nelson Rangel Soares, aposentado, pioneiro em Cacoal, ex-Droganossa Avenida, na Sete de Setembro, sobrinho do professor Gel e do Ney (Saae). Lorran, que disputou o Dentão, em Cacoal, foi requisitado pela categoria de base do Fluminense(RJ), passou pelo Atlético-MG, passou pelo Luverdense e agora defende o Ypiranga de Erechim-RS, que com a resultado de hoje , assumiu a liderança do Campeonato Gaúcho.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp