Cacoal/RO, 17 de junho de 2024 – 02:16
Search
Search
17 de junho de 2024 – 02:16

35 anos após sua morte, Rondolândia homenageia Pe. Ezequiel Ramin com feriado municipal

Ezequiel

Foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Rondolândia (MT) um projeto de autoria do vereador Diones M. Carvalho, que instituiu o dia 24 de julho como feriado municipal em homenagem ao martírio do padre Ezequiel Ramin, morto na mesma data, em 1985.

Ordenado padre na Itália em 1980, aos 30 anos de idade foi enviado para o Brasil, iniciando seus trabalhos na cidade de Cacoal, em Rondônia.  Logo no início, padre Ezequiel percebeu que havia diversos conflitos na região, relacionados à posse de terras e assim assumiu a defesa dos povos indígenas e dos posseiros sobre o direito das terras. Esse posicionamento agradava aos pobres, mas atiçava a ira de outros e Padre Ezequiel Ramin passou a ser constantemente ameaçado, mas nunca se intimidou.

Infelizmente, no dia 24 de julho de 1985, aos 32 anos, padre Ezequiel foi brutalmente assassinado a tiros. O crime foi praticado quando ele voltava de uma missão de paz a um grupo de posseiros, em Rondolândia. Ele havia ido ao local para pedir que deixassem a terra, uma vez que a vida deles estava seriamente ameaçada.

“Padre Ezequiel foi e sempre será um exemplo de paz, de luta pela desigualdade social. É uma figura histórica para Rondolândia e todo o seu trabalho precisa ser ressaltado. Este feriado é uma singela, mas justa homenagem ao Padre Ezequiel Ramin”, destacou o presidente da Câmara de Vereadores, Diones Carvalho, autor do projeto.

Ezequiel Ramin

(Giliane Perin)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp