Anuncie aqui
Anuncie aqui

A CADA DOIS DIAS (ou mais)

A CADA DOIS DIAS (ou mais) – Lúcio Albuquerque – jlucioac@gmail.com

E O DINHEIRO?
O ex-juiz Sérgio Moro, conforme edição deste domingo do Correio Braziliense (ver site) cita uma constatação importante: “’Roubo dos cofres públicos está sendo esquecido”.

NA FRONTEIRA
“Em parceria com diversos órgãos federais e estaduais, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) desencadeou a Operação Curaretinga (Castanheira II), com ênfase ao combate de  delitos transfronteiriços e ambientais ao longo de 3.680 Km de fronteiras de responsabilidade da Brigada, e, como das vezes anteriores, ampliando o trabalho com a realização de atendimento médico e odontológico, além de momento cívico em escolas”.

ACISO
Essas ações ampliam a proximidade do Exército em relação ao cidadão fronteiriço, e também permite a presença do Estado em áreas onde isso não é comum.

COMBUSTÍVEIS
Sem novidades: senadores do PT, conforme o site do Senado, já se posicionam contra a proposta de redução de ICMS nos combustíveis.

FAZ O TESTE
Explorando o roteiro da telenovela “Pantanal”, uma articulista do site UOL faz a pergunta: “Piranhas conseguem realmente devorar um ser humano, como em ‘Pantanal’?. Bom, quem já viu um corpo dilacerado pelas piranhas não tem dúvida, daí a melhor sugestão para a autora do texto é propor que ela mergulhe num local com piranhas, se possível com um golpe sangrando. Ou num rio qualquer da Amazônia. Pelo sim, pelo não, eu não me atrevo.
Veja mais em https://www.uol.com.br/splash/noticias/2022/06/12/piranhas-conseguem-realmente-devorar-um-ser-humano-como-em-pantanal.htm?cmpid=copiaecola

O FRIO E O LAZER
Muita gente por aqui teve a expectativa de aproveitar o domingo para sair da cidade, ir a banhos, sítios etc, ou quem é sócio do Tênis Clube, com sua excelente estrutura, teve de mudar de programa rápido, depois de dois dias de frio. O domingo ainda começou com vento e temperatura baixa, para nossos padrões, mas o sol resolver dar as caras e aí a programação já havia sumido. Paciência, fica para o próximo final de semana.

DE VISAGENS
É só conversar com vigias que trabalham na área da velha cidade de Santo Antonio que o papo vai logo para histórias e estórias envolvendo almas penadas que, sabe-se lá até quando e suas razões, continuam, conforme eles dizem, circulando por ali. Tudo, supõe-se, pela violência que teria sido lugar comum no local quanto pelo fato da ilha de Santo Antonio (*) ter sido um presídio durante alguns anos ou, ainda, pela imaginação dos que ai trabalham.
Citações de que vigias veem ou sentem coisas diferentes são onipresentes, como a de um, tido como muito corajoso e que depois de alguns colegas terem debandado de lá, inclusive dois deles abandonando o posto em plena luz do dia – os caras nem voltaram à empresa para receber salários, tão assustados ficaram. Ou talvez pela gozação que os outros fariam?
Sobre o vigia que arrotava coragem, o que se ouve no entorno da mais que centenária igreja de Santo Antonio é que o cara estava iniciando seu plantão noturno quando debandou, pelo que se espalhou ele disse ter visto uma assombração.
Deixou lá mesmo o que tinha levado de casa, até a “quentinha”.
Que tal um especialista em caçar fantasmas dar uma olhada no que acontece por lá?
(*) A ilha teve sua estrutura modificada par a construção da hidrelétrica de Santo Antonio.

 

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp