Dia 13 de maio – ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA NO BRASIL: entenda porque é comemorado nesta data

Entenda o motivo da comemoração da abolição da escravatura no dia 13 de maio

O Brasil foi o último país da América a abolir a escravidão – FOTO: Reprodução/ Internet
Sem dúvidas a Abolição da Escravatura no Brasil foi um marco histórico. Mesmo ocorrendo de forma tão tardia e sem que os governantes no período oferecessem uma política de assistência aos negros escravizados, ao menos, ocorreu a proibição legal da crueldade.

Brasil foi o maior território escravagista do Ocidente, e o último da América a proibir legalmente a escravidão. Por cerca de 350 anos, o país teve mais de 4,5 milhões de escravos africanos, trabalhando de modo forçado para os que tinham poder.

Abolição da escravatura foi o resultado da Lei Áurea, que proibiu legalmente a escravidão no Brasil. Depois de muita movimentação popular, mais de 700 mil escravos no país foram libertos dos seus serviços.

HISTÓRIA DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA

Ao contrário do que muitos pensam, a abolição da escravatura não aconteceu por empatia aos escravos. Esse foi um processo muito debatido, pois os escravos eram importantes para a economia do país e os fazendeiros com poder e terras não queriam libertar seus servos.

A primeira lei que flexibilizou a escravatura foi a Lei Eusébio de Queirós, que proibia o tráfico negreiro no Brasil, mas permitia africanos que já estavam no Brasil continuassem escravos. Isso aconteceu para evitar uma guerra contra Inglaterra, que estava com Bill Aberdeen em vigor: uma lei que concedia direitos à Marinha de atuar de maneira rígida contra o tráfico negreiro.

Os movimentos abolicionistas ganharam ainda mais força e o debate tornou-se uma pauta política. A pressão popular sobre o Império fez com que outras leis de flexibilização fossem criadas, como Lei do Ventre Livre e Lei dos Sexagenários. Assim, o Império se via com ainda mais dificuldade de evitar a abolição completa.

ANO DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA NO BRASIL

A abolição da escravatura no Brasil aconteceu no dia 13 de maio de 1888, quando o Império permitiu que os africanos fossem libertos por completo. A pressão de outros países, ação de grupos abolicionistas e revoltas intensas dos escravos, que se organizavam de várias formas, tornou a escravatura no Brasil insustentável.

Percebemos, por fim, que a abolição da escravatura não foi um feito humanitário. No dia 13 de maio de 2022 a abolição completa 134 anos, e é uma data importante para relembrar a História do país e reconhecer os reflexos que a escravatura tem até hoje, mesmo tantas décadas depois.

REPRODUÇÃO/JEAN-BAPTISTE DEBRET
Quadro de Debret mostra aspectos da escravidão no Brasil – FOTO:REPRODUÇÃO/JEAN-BAPTISTE DEBRET

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp