Cacoal/RO, 22 de maio de 2024 – 03:37
Search
Search
22 de maio de 2024 – 03:37

DIA DO TRABALHO – À labuta, filho da Pátria!

Por Geraldo Gabliel

À labuta, filho da Pátria!

Desde o clarim da alvorada
Ao trinar do sino, ou trovão
Ora et Labora – Ó Proletário!
(Re)verta o passo – o teu chão…

Desde a máquina que trucida:
No tripalium de tal sorte, lança
Teu pão sobre as águas
(Re)veja a lágrima – confiança!

Desde a Zenzala, ou Acrópole:
Urbe et Orbi – Ao Labor!
Desperta-te, voluntário
Sai de cara como o temor.

Desde o sábio – a expertise
Sapiens conselhos – nobre Vida
Belo incauto, itinerário,
d’Alma-engenho destemida.

Desde o labor meridiano
Ao lusco-fusco: quinino
De Bonzatto à mil, Ventura*
Receba já, favor divino.

*Homenagem a Benjamim Ventura –
Um homem que viveu o trabalho como
uma benção do Céu – no dia do Trabalhador.

Geraldo Gabliel: Pessoa que gosta de brincar com as letras, palavras, ideias. E, tenta ordená-las no caos da existência e inquietude humanas. Que, pelo pensar, filosofar – na expressão da arte em prosa e verso – busca pelo caminho da sorte os laços e abraços de outras almas viventes, com quem se possa compartilhar a nobre razão ilógica do viver imortal nalgum mundo ideal.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp