Rondônia, 16 de julho de 2024 – 12:42
Search
Anuncie aqui
Search
16 de julho de 2024 – 12:42

Mãe pede socorro ao 190 e sargento da PM passa instruções que ajudam a salvar a vida de bebê engasgado em Cacoal

Anuncie aqui
Sgt Pm Carliane
SGT PM Carliane recebeu uma menção elogiosa da Polícia Miliatr

No dia 16 de abril, uma mãe desesperada ligou para a Central de Operações da Polícia Militar, por meio do telefone 190, pedindo socorro para salvar o filho que estava se engasgando com leite materno.

Quem atendeu a ligação foi a 2º Sargento PM Carliane da Penha Lima, que conseguiu acalmar a mãe e instruí-la a proceder com a manobra de Heimlich. Trata-se de um procedimento rápido de primeiros socorros para tratar asfixia por obstrução das vias respiratórias, geralmente por alimentos ou brinquedos. O objetivo da manobra é simular a tosse, de modo que se consiga expulsar o corpo estranho das vias aéreas.

A policial militar, mesmo diante de uma situação tão urgente, manteve a calma e orientou eficazmente a mãe do bebê, com técnicas e conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação profissional e atuação na Polícia Militar do Estado de Rondônia.

Diante da sua atuação, auxiliando uma mãe desesperada a salvar a vida de seu bebê, a SGT PM Carliane recebeu nesta quarta-feira (28) um elogio oficial da Polícia Militar do Estado de Rondônia. “A ação da policial militar, transcende a normalidade, pois demonstra auto grau de profissionalismo, imbuída na premissa da instituição “servir e proteger” a sociedade, sendo portanto merecedora desta menção elogiosa”, destaca a nota.

Sgt Pm Carliane 1
A policial militar também é leitora de Tribuna Popular

Carliane da Penha Lima ingressou na Polícia Militar do Estado de Rondônia em 2002 e hoje atua na sede do 4º Batalhão, em Cacoal. É casada com o também sargento da PM, Alberto e mãe de Pâmela e Gabriel. A calma que apresentou e a destreza para ensinar as técnicas para o sucesso da manobra de Heimlich, fazem da policial militar uma verdadeira super-heroína.

“Ressalta-se aqui a dificuldade tanto da manobra, quanto da situação, pois a mãe estava já muito nervosa, necessitando que a policial exercesse um trabalho em duas etapas: a primeira de acalmar a mãe, para que entendesse a técnica que lhe seria explicada, e a segunda em ser concisa o suficiente, para que de forma rápida, orientasse a mãe sobre o que faria”, diz outro trecho do Elogio concedido à 2º Sargento PM Carliane.

(Giliane Perin – Tribuna Popular)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp