Cacoal/RO, 3 de março de 2024 – 19:41
Search
Search
3 de março de 2024 – 19:41

Morre Franz Beckenbauer, campeão da Copa do Mundo como jogador e treinador

Ídolo alemão tinha 78 anos e apresentava problemas de saúde nos últimos meses

Ídolo alemão tinha 78 anos e apresentava problemas de saúde nos últimos meses
Carl Recine/Reuters
Morreu neste domingo (7), aos 78 anos, o ex-jogador e ex-treinador Franz Beckenbauer. O comunicado foi feito na segunda-feira (8) pela família do ex-jogador, que não divulgou o motivo da morte.

Nos últimos meses de 2023, Beckenbauer já não fazia aparições públicas. Familiares informavam na época que o ídolo alemão – que passou por duas cirurgias cardíacas entre 2016 e 2017 – enfrentava problemas de saúde.

O alemão fez história no futebol mundial como jogador, atuando como zagueiro e volante. Foi considerado também uma referência internacional na posição de líbero.

Em Copas do Mundo, campeão como jogador e técnico

Pela seleção da então Alemanha Ocidental, Beckenbauer foi campeão da Copa do Mundo de 1974 e da Eurocopa de 1972. Além disso, disputou o Mundial em 1966 (vice-campeão) e 1970 (terceiro lugar), e também o torneio europeu de 1976.

Conhecido como Kaiser, Beckenbauer foi também treinador da seleção alemã nas Copas do Mundo de 1986 (vice-campeão) e 1990 (campeão). Na Eurocopa de 1988, levou o time às semifinais.

Com os feitos, Beckenbauer se tornou um dos três ex-jogadores que foram campeões da Copa do Mundo também como treinadores. Além dele, apenas Zagallo (campeão como jogador em 1958 e 1962 e como treinador em 1970) e Didier Deschamps (campeão como jogador em 1998 e como técnico em 2018) repetiram a façanha.

Ídolo do Bayern de Munique

Na carreira por clubes, defendeu Bayern de Munique (1964 a 1977) e Hamburgo (1980 a 1982), além de duas passagens pelo New York Cosmos (1977 a 1980 e 1983) nos EUA.

Entre as principais conquistas, levantou os troféus da Copa dos Campeões da Europa em três ocasiões (1974, 1975 e 1976) e do Mundial de Clubes (1976). Foi ainda campeão alemão quatro vezes pelo Bayern (1969, 1972, 1973 e 1974) e uma pelo Hamburgo (1982).

(Band.com.br)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp