Rondônia, 24 de julho de 2024 – 11:26
Search
Anuncie aqui
Search
24 de julho de 2024 – 11:26

O DIA 09 DE NOVEMBRO NA HISTÓRIA

Anuncie aqui

Lúcio Albuquerque / [email protected]

BOM DIA 9 DE NOVEMBRO!

COMEMORA-SE
Dia do Técnico em Eletrônica. Dia do Hoteleiro. Dia Nacional dos Clubes Esportivos Sociais. Dia Internacional contra o Fascismo e o Antissemitismo.
Católicos lembram Nossa Senhora de Almudena, S. Maria e Néon, Mártires, São Teodoro, São Orestes e Dedicação da Basílica de São João em Latrão (Roma).

BRASIL
1889 — Acontece o Último Baile do Império (Baile da Ilha Fiscal).

1906 — Criação da Brazil Railway Company, uma holding, do empreendedor Percival Farquhar, o que incluía a ferrovia Madeira-Mamoré.

1964- Morre a poetisa brasileira Cecília Meireles, 1ª mulher a ter um livro reconhecido pela Academia Brasileira de Letras.

1972- Criada a Telebrás, responsável pela expansão do sistema telefônico nacional.

1983 – Morre Altemar Dutra um dos grandes cantores românticos brasileiros.

MUNDO
1732 — Fundação da Congregação do Santíssimo Redentor, em Scala, Itália.

1914 – Nasce Hedy Lamar que com George Antheil, inventou o sistema base da atual telefonia celular.

1938 — O judeu Herschel Grynszpan mata o diplomata alemão Ernst vom Rath, desculpa que Hitler usou para instigar o pogrom “Noite dos Cristais”.

1985 — Garry Kasparov, aos 22 anos, torna-se o mais jovem campeão mundial de xadrez, superando Anatoly Karpov.

1989 – O muro de Berlim é derrubado, unificando a Alemanha Ocidental e Oriental.

1994 — Descoberta do elemento químico Darmstácio.

FOTO DO DIA


1960. Dia 4 de julho. Pilotando um imenso trator D8, o presidente Juscelino Kubistchek derruba a árvore simbolizando o encontro das turmas de construção da BR-29, num local a 40 KM de Vilhena, já em Mato Grosso. Segundo Paulo Leal, em “O Outro Braço da Cruz”, a árvore escolhida seria uma faveira preta, mas ao deparar com o porte majestoso da Parkia spp., Leguminosae, o presidente optou por outra. Na faveira, ainda conforme Paulo Leal, foi colocada uma placa pedindo a todos que cuidassem dela, que passou a ser chamada “Pau do Juscelino”. Sem querer polemizar porque este espaço não é para isso, mas apenas de forma comparativa, imagine-se hoje um presidente subir num trator e, sorridente, vestindo como para juma cerimônia com embaixadores, vá derrubar uma árvore. JK pilotou a máquina orientado pelo operador Mário Cedro – de pé, na foto.

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp