Cacoal/RO, 26 de maio de 2024 – 21:36
Search
Search
26 de maio de 2024 – 21:36

O DIA 19 DE ABRIL  NA HISTÓRIA – Dia dos Povos Indígenas

19.4.2024 – BOM DIA!

Lúcio Albuquerque
69 99910 8325

RONDÔNIA
1907 – A empresa May, Jeckyll & Randolph, construtora da Madeira-Mamoré, se instala no local conhecido como Porto Velho dos Militares, mais tarde Porto Velho.
1923 – A Comissão das Linhas Telegráficas inscreve homens para trabalhar na recomposição da linha telegráfica entre Jaru e Presidente Pena (atual Ji—Paraná).
1944 – Fundada a Cooperativa Central dos Seringalistas do Guaporé LTDA, presidida pelo associado Homero de Castro Tourinho.
1944 – O governador Aluízio Ferreira assina o Decreto 14, criando o Serviço de Navegação do Madeira.
1950 – O governador Araújo Lima autoriza a construção de uma praça a ser denominada “Aluízio Ferreira”, e cede áreas para construção das sedes dos clubes Guaporé, Internacional e Danúbio Azul.
1956 – O embaixador Bianco d’Ajeta, em nome do Governo italiano, entrega ao Marechal Cândido Rondon a Grã Cruz de Cavalheiro da Ordem do Mérito da Itália, por suas ações a favor da ciência e dos índios.
1990 – Censo interno do governo de Rondônia não localizou 800 funcionários do Poder Executivo que assinam ponto e recebem salários, mas não foram localizados em qualquer órgão do Poder Executivo.

HOJE É
Dia dos Povos Indígenas. Dia do Exército Brasileiro.
Católicos celebram Santa Ema da Saxônia, Santo Expedito, São Leão I,

BRASIL
1648 — Na Batalha dos Guararapes, contra os holandeses, surge o Exército Brasileiro. 1889 – Nasce o poeta Manoel Bandeira (+ 1968), autor de “”Vou-me embora pra Pasárgada”.

MUNDO
1882 – Morre o biólogo Charles Darwin (n. 1806), autor da teoria do evolucionismo; 1529 — Início da Reforma Protestante. 1971 – A URSS lança a 1ª estação espacial colocada em órbita pela humanidade.

 

FOTO DO DIA

ZÉ CATRACA E O “VELHO BOY”

Jonathas José Correia, mas sendo um personagem muito importante para a história da nossa imprensa, ficou conhecido por “Boy” e, depois, por “Velho Boy”.
“Seu Boy”, como o chamávamos, incluindo o diretor do Alto Madeira, jornalista Euro Tourinho, era o responsável da impressão do jornal, na impressora “Marinoni”, página a página, lado a lado, 8 horas para a tiragem de 8 páginas, mil exemplares.
Na década de 1970 o AM recebeu do governo do Território a Ordem do Mérito “Marechal Rondon”, e quem representou o jornal foi o “Velho Boy” – na foto cumprimentado pelo diretor Euro.
Imprimir o jornal era “para quem entendia mesmo do riscado, ao contrário de hoje que as máquinas fazem tudo sozinhas” (*), disse o historiador e jornalista Silvio Santos que, como o “Seu Boy”, ficou mais conhecido pela antonomásia de “Zé Catraca”.
Era um tempo que faltava luz, mas “seu Boy” não arredava o pé da impressora, e o primeiro que chegasse à redação ia até ao Café Santos e trazia um lanche para o velho impressor e seu auxiliar.
(*) Jornal Diário da Amazônia, 17.4.2005)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp