Rondônia, 14 de julho de 2024 – 19:08
Search
Anuncie aqui
Search
14 de julho de 2024 – 19:08

O DIA 8 DE SETEMBRO NA HISTÓRIA

Anuncie aqui

Lúcio Albuquerque
Whatsapp 69 99910 8325

 

BOM DIA 5ª feira, 8 DE SETEMBRO

HOJE É
Dia Mundial da Alfabetização (Unesco). Dia Nacional de Luta por Medicamento. Dia Mundial da Fisioterapia. Aniversário da cidade de São Luís (capital do Maranhão). Dia Mundial da Fibrose Cística. Dia Internacional do Jornalista.
Católicos reverenciam Nossa Senhora da Natividade, São Sérgio I, São Tomás de Vilanova

RONDÔNIA
1976 – A Rede Amazônica coloca em fase de experiência uma repetidora, a TV-Ji-Paraná, em Vila Rondônia, oficialmente inaugurada em 1977, meses antes da Vila ganhar novo nome e situação: município de Ji-Paraná.

BRASIL

1551 — Fundação da cidade de Vitória – ES pelo donatário da Capitania do Espírito Santo Vasco Fernandes Coutinho.

1793 — Primeiro Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém do Pará.

1888 – Nasce “o rei do Samba”, José Barbosa da Silva, também conhecido como Sinhô. (m. 1930).

1904 — Coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. 1961 – Tancredo Neves torna-se o primeiro político a assumir como primeiro ministro do Brasil

MUNDO
1100 — Eleição do Antipapa Teodorico.

1504 — Primeira exibição da estátua David, de Michelangelo na Piazza della Signoria, em Florença.

1866 — Primeiro registro de nascimento de sêxtuplos (EUA).

 

FOTO DO DIA

1980 – Os Jogos Escolares de Rondônia empolgavam o Estado, reunindo alunos-atletas de todos os locais de Rondônia para uma mega competição na sede em Porto Velho, com grande cobertura da imprensa e público vibrando nos vários locais das disputas. Na foto o time do colégio “Carmela Dutra”, sempre nas e a empolgação grande mesmo quando “do outro lado da rede” estava outro outra “fera” do nosso voleibol, o “Dom Bosco”, e aí o “bicho pegava”, com charanga, torcidas muito animadas e tudo que uma grande decisão pode movimentar. A foto é do volei do “Carmela”, ao alto Rogério, Manoel, Geovane, Paulo Queixada, Gonzaga, Kruger e Técnico Luizinho. Em baixo Maloney, Síllvio Corsino, Gadelha, Hélio Pontes, Não identificado e Wanderley Coutinho. Sílvio Corsino, apesar da falta de apoio, prepara atletas paraolímpicos e vários deles ganhando medalhas para o Brasil em paraolimpíadas, mundiais paraolímpicos e jogos parapanamericanos. (F. Saudosismoportovelhense).

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp