Rondônia, 12 de julho de 2024 – 13:27
Search
Anuncie aqui
Search
12 de julho de 2024 – 13:27

POLÍCIA FEDERAL Operação Ato Reflexo combate crimes ambientais e crimes contra a administração pública

Anuncie aqui

Mandados de prisão foram cumpridos em desfavor de liderança indígena e de servidor da FUNAI

A Polícia Federal, em conjunto com o Ibama, no contexto do programa Guardiões do Bioma, deflagrou no fim da tarde do domingo (20/3) a Operação Ato Reflexo, para desarticular uma associação criminosa para cometimento de crimes ambientais e crimes contra a administração pública envolvendo um servidor da Funai, uma liderança indígena e garimpeiros ilegais.

Foram cumpridos mandados de prisão, expedidos pela Vara Cível e Criminal de Juína/MT, em desfavor da liderança indígena e do servidor da FUNAI.  O proprietário de máquinas, a quem foi transmitida a informação de que haveria operação policial dirigida aos garimpos, até o momento se encontra foragido.

Durante ações de fiscalização em uma terra indígena localizada entre os municípios de Juína/MT e Aripuanã/MT, foram apreendidos dois celulares. Após a análise dos aparelhos, foi constatado que um servidor da FUNAI, trabalhava como agente duplo, utilizando sua função pública para repassar, previamente, informações a alguns garimpeiros sobre a realização de operações contra crimes ambientais realizadas por policiais federais e o IBAMA, e cobrando para dar tal informação. Também foi confirmada a participação de uma liderança indígena que recebia 20% do ouro extraído da terra indígena.

As investigações terão continuidade para identificar os indivíduos envolvidos nas demais práticas criminosas investigadas. (Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso)

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp