Rondônia, 17 de julho de 2024 – 07:18
Search
Anuncie aqui
Search
17 de julho de 2024 – 07:18

Polícia Federal reprime crimes transnacionais de lavagem de dinheiro

Anuncie aqui
A Justiça Federal decretou o bloqueio e indisponibilidade de todos os bens moveis, imóveis e valores em nome dos envolvidos e das empresas fantasmas

A Polícia Federal, em ação conjunta com Ministério Público Federal e Receita Federal, deflagrou na manhã desta terça-feira (25/10) a Operação “I Conti” para repressão a crimes transnacionais de lavagem de dinheiro, organização criminosa e outros correlatos. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão, em endereços localizados nos municípios catarinenses de Joinville e Itapoá.

Após a prisão de um indivíduo por uso de documentos falsos, ocorrida em 2018, procedimentos fiscais promovidos pela Receita Federal do Brasil identificaram fatos que, em tese, configuram crimes transnacionais de lavagem de dinheiro previstos na Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional.

As investigações apontam que um grupo de cidadãos italianos e seus comparsas brasileiros criaram várias empresas fantasmas, registradas com identidades falsas e em nome de interpostas pessoas (laranjas). As pessoas jurídicas seriam utilizadas para lavagem de dinheiro de origem criminosa, enviado do exterior para aplicação e ocultação no Brasil, mediante aquisição de mais de 300 imóveis no litoral catarinense.

Mediante cooperação policial internacional, obteve-se informação de que seis dos italianos envolvidos no esquema possuem antecedentes criminais na Itália, relacionados a fraudes, falsificações e lavagem de dinheiro. A informação é indicativa dos crimes antecedentes por meio dos quais teria sido auferido o capital, cujo processo de lavagem teve início na Itália e se integraliza no Brasil.

As provas colhidas nas buscas serão analisadas conjuntamente com os elementos que forem apresentados mediante cooperação jurídica internacional, devendo determinar a destinação dos bens sequestrados e a responsabilização dos envolvidos.

Comunicação Social da Polícia Federal em Joinville/SC

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp