Rondônia, 21 de julho de 2024 – 19:42
Search
Anuncie aqui
Search
21 de julho de 2024 – 19:42

Unir: Reitora dá posse e recepciona 65 novos servidores técnicos e docentes

Anuncie aqui

Os 65 novos servidores contratados pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR) ao longo de 2022 foram recepcionados pela reitora, professora Marcele Pereira, em um evento solene de posse realizado na manhã desta quarta-feira (14), no auditório Paulo Freire, Campus de Porto Velho. São 57 novos docentes efetivos e oito técnicos administrativos contratados ao longo do último ano, período em que a gestão da UNIR se empenhou para realizar, em tempo recorde, dois concursos para docentes. Com isso há novos servidores lotados em todos os oito campi da UNIR, vários deles atuando já desde o início de 2022.

Como destacou a reitora da UNIR, “a posse de novos servidores na nossa Universidade é uma conquista das equipes que trabalharam por isso, e é também uma conquista de cada novo professor e técnico que chega a UNIR, mas é acima de tudo uma conquista muito grande para toda a nossa sociedade, especialmente pelo momento em que passamos. Uma sensação que só se amplia quando vemos 65 pessoas, novos colegas, chegando de uma só vez”.  

A reitora Marcele Pereira também destacou a importância para que cada novo professor e professora, e servidores e servidoras técnicas, de manterem “a alegria e o entusiasmo deste momento no trabalho que estão iniciando. Nossos alunos precisam de vocês, nossa sociedade precisa de pessoas comprometidas, que amem o que fazem, que tenham aulas atraentes, apaixonantes, pois é isso que faz melhor e mais marcante a experiência e aprendizagem na Universidade”.

Vagas novas e de reposição

Sobre os dois concursos realizadas nos últimos meses, a pró-reitora de Graduação, Verônica Cordovil, destacou os desafios, já que um dos certames aconteceu ainda durante a suspensão de atividades presenciais na UNIR, durante a pandemia de Covid-19: “Só foi possível acontecer com apoio da gestão e com o esforço e a dedicação dos servidores que integram os setores envolvidos. A nossa UNIR conseguiu realizar, dentro de um ano, com eficiência e celeridade, dois concursos para repor as vagas de professores”.

Além das vagas repostas ainda houve novas vagas preenchidas, como explicou a reitora Marcele Pereira. No total foram disponibilizadas para a Universidade Federal de Rondônia 18 novas vagas para professores, o que somente foi possível pelo contato direto mantido pela reitora e pela equipe da gestão com o o Ministério da Educação. “Este é um esforço que trás resultados e vamos seguir presentes nos ministérios em Brasília para trazer mais benefícios para toda a nossa comunidades acadêmica”, disse a professora Marcele Pereira.

Novos servidores e expectativas

Entre os servidores recém-empossados estão pessoas como o professor Hugo Paiva, docente no Departamento de Letras-Libras de Porto Velho, que afirma ter realizado um sonho e um projeto pessoal e profissional. Hugo já é “de casa”, como se costuma dizer, formado em Letras-Português (2016) pela UNIR e egresso do Mestrado em Letras da Instituição, teve toda a sua trajetória acadêmica direcionada para a carreira de docente do Ensino Superior.

Sobre a razão para sua escolha, ele afirma: “Sempre tive muitas boas referências de professores, tanto no ensino básico como no superior, e no contato com a sala de aula, ainda na graduação, conhecendo a Universidade, seu funcionamento e me deparando com o tripé ensino, pesquisa e extensão percebi que era essa a carreira que eu queria para a minha vida”.

O Campus de Rolim de Moura, atualmente com seis cursos de graduação, três mestrados e uma especialização, recebeu 10 novos docentes e dois técnicos-administrativos.   Um deles é a técnica em assuntos educacionais Silvana Ramos de Campos. Silvana também é egressa da UNIR, graduou-se em Pedagogia no Campus de Rolim de Moura em 2009 e retorna agora como servidora técnica. “Conhecendo agora os dois lados da Universidade, como aluna e como servidora, posso afirmar que é visível o avanço e as melhorias nos últimos anos. Isso agrega mais sentido ao meu trabalho, e é muito gratificante saber que eu posso contribuir para que outros acadêmicos também realizem seus sonhos e vivenciem essa experiência de concluir o curso superior e trabalhar na sua área de formação”, declara a servidora.

A professora Marilyn Clara Nunes se considera uma artista-docente. Contratada para o Departamento de Teatro do Campus de Porto Velho, veio de Presidente Prudente (SP) e também está entusiasmada com as possibilidades de trabalho. Com experiência na área da cultura, e com formação dentro e fora do país, ela já avalia formas de contribuir tanto com a Universidade como com a população de Porto Velho e do Estado. “É um curso novo e a gente consegue criar coisas novas. Eu me sinto convidada a contribuir com a minha experiência para estabelecer projetos novos na Universidade e para a comunidade, por meio da extensão, porque ao longo da minha formação eu senti essa necessidade de unir a vida artística e a pesquisa, então tudo que eu pretendo fazer é dentro da Universidade, com a participação dos alunos e para a comunidade”.

Reitora dá posse e recepciona 65 novos servidores técnicos e docentes

Fonte: Assessoria

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp