Cacoal/RO, 24 de maio de 2024 – 02:50
Search
Search
24 de maio de 2024 – 02:50

Vinte indústrias já aderiram ao Brasil Mais Produtivo em Rondônia

Vinte indústrias já fecharam contrato em Rondônia para serem atendidas pelo Brasil Mais Produtivo, programa coordenado pelo Governo Federal, e que tem o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), como um dos parceiros, e que destina R$ 2,037 bilhões para o engajamento digital de 200 mil indústrias, com atendimento presencial a 93 mil empresas até 2027 em todo o Brasil.

Na ocasião do lançamento do B+P, no salão de convenções da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO), o diretor geral nacional do SENAI, Gustavo Leal, divulgou que estavam previstos atendimentos à 33 indústrias no Estado. As indústrias interessadas podem fazer sua inscrição gratuita e diretamente na Plataforma de Produtividade, pelo portal Brasil Mais Produtivo.

O Brasil Mais Produtivo propõe trilhas de aperfeiçoamento profissional para micro, pequenas e médias empresas, que incluem cursos e ferramentas sobre práticas de gestão, mercado, inovação, eficiência energética, manufatura enxuta e transformação digital.

Em Rondônia, alguns atendimentos já foram iniciados e voltados aos processos de consultorias para melhoria da eficiência da produtividade, com o objetivo final de identificar desperdícios e acompanhar a implementação de um plano de ação para eliminá-los, e ao final essas empresas terem um ganho de produtividade até 20%.

Sobre o programa

Lançado oficialmente em novembro de 2023, o programa é coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) em uma parceria inédita entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), a Empresa Brasileira de Inovação Industrial (Embrapii) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES).

O programa destina R$ 2,037 bilhões para o engajamento digital de 200 mil indústrias, com atendimento presencial a 93 mil empresas até 2027. A Plataforma de Produtividade, em operação desde 31 de janeiro, serve como porta de entrada para as empresas participarem do programa. Além disso, elas terão acesso aos conteúdos complementares relacionados à produtividade e digitalização. No programa, SENAI e Sebrae atuam de forma conjunta para identificar e diagnosticar gargalos de gestão e da produção, por meio de metodologias mais adequadas para as empresas atendidas. Para aderir ao programa, faça o cadastro no link do Brasil Mais Produtivo.

Fonte: Imprensa/FIERO

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp