Rondônia, 18 de julho de 2024 – 04:22
Search
Anuncie aqui
Search
18 de julho de 2024 – 04:22

Coluna Boca Maldita – PREFEITO x VEREADORES

Anuncie aqui

EDUCAÇÃO E CIDADANIA

Os estudantes da escola estadual Cora Coralina, em Cacoal, participaram esta semana de um evento que aconteceu na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção de Cacoal. Na ocasião, os alunos foram recebidos pelo Dr. Diógenes de Almeida, presidente da OAB/Cacoal; Dra. Talânia Lopes; Dr. Miguel Misturo; Dra. Meuri Florêncio; e a Dra. Dayane Carvalho de Souza. Além de conhecer as excelentes instalações da OAB no município de Cacoal, os alunos tiveram palestras ministradas pelo Dr. Diógenes de Almeida, sobre as atribuições da instituição no país e a carreira de advogado; a Dra. Talânia Lopes palestrou sobre os Direitos Fundamentais e Direitos das Mulheres. Os estudantes ficaram muito satisfeitos com as informações recebidas e a OAB Cacoal deixou as portas abertas para a escola Cora Coralina. Certamente outras palestras sobre novos temas do campo do Direito serão ministradas para os estudantes da escola, pois existe um bom relacionamento entre as duas instituições. Importante destacar que a OAB de Cacoal realiza esse trabalho com diversas outras escolas da Capital do Café, com acadêmicos do curso de Direito e presta relevantes serviços à sociedade.

DIREITO E SOCIEDADE

Falando em OAB/Cacoal, a instituição não atua somente em fatos ligados ao Direito. Muitas pessoas podem não lembrar, mas a Subseção de Cacoal teve papel muito importante na campanha movida em favor das famílias atingidas pela última enchente em Cacoal. Várias toneladas de alimentos foram recolhidas pela OAB e distribuídas às famílias afetadas pela cheia. Esta ação revela o compromisso que a instituição tem com a sociedade e em defesa da cidadania. Aliás, a Ordem dos Advogados do Brasil é uma das instituições que participam de todos os atos de fiscalização das eleições, para garantir que o processo seja transparente e seguro. Além do brilhante trabalho que a Justiça Eleitoral faz e da total dedicação dos servidores do Cartório Eleitoral de Cacoal, as eleições contam com o apoio e a participação da OAB em todos os atos do processo, fato que serve para consolidar a democracia no Brasil e especialmente em nosso estado de Rondônia.

DIA DA ELEIÇÃO

Amanhã acontece a eleição que se tornou uma das mais esperadas da história recente da república. Os eleitores irão às urnas para votar em presidente da república, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. É muito importante a participação dos eleitores neste momento, porque é quando serão eleitas as pessoas que conduzirão os destinos do país e especificamente do estado de Rondônia. A educação, saúde, segurança pública, assistência social, meio ambiente e outros setores dependem sempre das decisões políticas e não há como negar esta realidade. Por este motivo, é necessário pesquisar com atenção sobre os candidatos, conhecer suas propostas e avaliar com muita responsabilidade. Fazer boas escolhas é fundamental para que a sociedade tenha seus anseios atendidos durante os próximos quatro anos.

SEQUÊNCIA DE VOTAÇÃO

Outra informação muito importante e que requer a atenção dos eleitores é referente à ordem de votação na urna eletrônica. O Eleitor, ao se dirigir à cabine de votação pode levar os números dos seus candidatos anotados em um papel. Este ano, a legislação eleitoral não permitirá que o eleitor entre na cabine de votação usando o celular. Na hora do voto, o aparelho deverá ficar em cima da mesa e visível aos mesários. Mas é permitido levar a “cola” no papel. Quando a urna for liberada para o eleitor, ele dever votar na seguinte ordem: primeiro deputado(a) federal; em seguida para deputado (a) estadual. O terceiro voto é para senador; depois governador e, por último, para presidente da república. Cada vez que digitar o número de um candidato, o eleitor deve acionar a tecla verde para confirmar seu voto.

ONDA BOLSONARO

No ano de 2018, muitos candidatos, em todos os estados brasileiros, foram muito beneficiados com a chamada “Onda Bolsonaro”. Naquele ano, bastava dizer que era o “candidato do Bolsonaro” para ganhar a simpatia e o voto do eleitor. Em Rondônia, muito candidatos foram eleitos na “Onda Bolsonaro”. Por esta razão, este ano, há uma infinidade de candidatos que resolveram adotar a mesma estratégia, mas o cenário em Rondônia talvez não seja o mesmo daquela eleição. O presidente da república segue com muito prestígio entre os eleitores de Rondônia, porém os eleitores já procuram selecionar melhor os candidatos. Não basta o discurso de que é candidato do Bolsonaro, mesmo porque muitos políticos eleitos pela onda em 2018 até hoje não fizeram por merecer o apoio dos eleitores para a reeleição. Diversos deputados estaduais e federais eleitos pela onda terão muitas dificuldades para conseguir a reeleição neste domingo.

LEI SECA

Em diversos municípios de Rondônia existe a possibilidade de haver determinação judicial estabelecendo a “Lei Seca”, em relação ao dia da eleição. Entretanto, em Cacoal, a Justiça Eleitoral não estabeleceu nenhuma norma nesse sentido, o que significa que não haverá proibição de venda de bebidas alcoólicas. Cacoal não possui histórico de brigas e confusões em dias de eleições e tudo deve transcorrer sem maiores problemas. A recomendação da coluna é para que todos os eleitores compareçam para votar e exerçam seu direito de fazer escolhas. Após o voto, caso o domingo esteja quente, uma cervejinha não fará nenhum mal. É muito importante evitar comparecer embriagado ao local de votação, porque isso pode causar problemas e até mesmo a prisão da pessoa. No dia da eleição, as forças de segurança estarão muito atentas para evitar qualquer problema.

USO DA MÁQUINA

Nos últimos dias, a administração municipal de Cacoal sofreu muito desgaste. Um dos fatos mais recentes foi a denúncia apresentada pelos vereadores em relação à utilização de uma máquina que, segundo os vereadores, teria sido usada indevidamente para atender interesses eleitorais. Se houve ilegalidade administrativas ou políticas em relação ao uso da máquina encontrada em um sítio, os fatos ainda serão apurados e não há elementos oficiais neste momento para determinar as condutas. Entretanto, existem muitas imagens e áudios que podem gerar muita dor de cabeça para o prefeito e seus assessores. Algumas dessas imagens mostram que pode ter havido descumprimento das regras ambientais na derrubada de árvores na região em que a máquina foi encontrada. Se isto ficar constatado pelas investigações, os problemas aumentam e as consequências podem ser complicadas. Alguns vereadores dizem nos bastidores que, após as eleições, é possível acontecer uma CPI arrasadora em Cacoal.

PREFEITO x VEREADORES

Após passado este momento da eleição, o prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, vai precisar de muita habilidade para reorganizar suas relações com a Câmara Municipal de Cacoal. Diversos vereadores têm reclamado diariamente da conduta do prefeito. Em mais de uma ocasião, o prefeito Fúria fez declarações, durante esta campanha, que deixaram os vereadores muito irritados, principalmente os vereadores que são candidatos este ano. O prefeito teria declarado, segundo os vereadores, que a única opção para os eleitores de Cacoal seriam os candidatos apoiados pelo prefeito. Além de não ser um discurso prudente, o resultado pode ter consequências políticas muito ruins para o prefeito, porque a relação dele com os vereadores vai até o fim de 2024. Diversos vereadores dizem claramente que o prefeito pode sair desta eleição muito desprestigiado politicamente, principalmente se acontecer nas urnas a vitória de candidatos que ele tem se manifestado contrário.

BASES RUÍDAS

Dentro da Câmara de Cacoal, é impossível negar que o prefeito Adailton Fúria perdeu o controle de suas bases. Na sessão da última segunda-feira, ele foi duramente criticado por praticamente todos os vereadores. A exceção foi o vereador Luís Fritz, considerado dentro da Câmara de Cacoal como o único vereador que ainda é aliado incondicional do prefeito. Mesmo assim, o próprio vereador Fritz não teve argumentos para contestar as denúncias apresentadas nos últimos dias. O vereador Toninho do Jesus, antes aliado do prefeito em todos os momentos, é um dos principais denunciantes em relação ao uso indevido da máquina da prefeitura. Toninho sempre foi muito sereno, nunca atacou nenhum dos colegas, sempre foi respeitado por todos os vereadores e sempre teve ótima relação com o prefeito e secretários municipais. Mas o discurso dele na última sessão revelou um Toninho completamente decepcionado com o prefeito Adailton Fúria. A frase mais ouvida nos corredores da Câmara de Cacoal esta semana foi: “As bases estão ruídas”.

BRIGA NO SAAE

A relação com os vereadores não é a única coisa que o prefeito vai precisar consertar depois dessas eleições. Em vários setores da prefeitura de Cacoal circula a informação de que um servidor do SAAE exigiu do prefeito a demissão do Presidente do SAAE, Thiago Tezzari. O presidente da autarquia de água é um técnico muito habilidoso e muito eficiente. A saída dele pode abalar muito a administração. Aliás, Thiago Tezzari é um dos assessores do primeiro escalão de Cacoal mais respeitados pelos vereadores. O presidente do SAAE tem o perfil conciliador e não costuma fazer declarações sem estudar muito bem a situação. Até este momento, ninguém sabe a posição de Thiago Tezzari sobre o pedido do servidor feito ao prefeito. Nossa coluna buscará contato com o presidente do SAAE no início da próxima semana para saber se ele tem conhecimento desse fato e o que pensa. Dentro da prefeitura, uma pessoa muito próxima do prefeito Adailton Fúria informou que o servidor do SAAE procurou o prefeito e teria dito: “você vai ter que escolher entre mim e o Thiago”.

ELEIÇÕES: SEJA CONSCIENTE. VOTE COM RESPONSABILIDADE  –  PENSANDO NO FUTURO DO BRASIL, DE RONDÔNIA E DE CACOAL

Gostou? Compartilhe esta notícia!

Facebook
WhatsApp